domingo, 31 de janeiro de 2021

Fátima anula exoneração e Mineiro continua secretário

A governadora Fátima Bezerra (PT) tornou sem efeito a exoneração de Fernando Mineiro da Secretaria Especial de Gestão de Projetos e Metas do Governo do estado. Ele havia sido exonerado no dia 29, mas no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 30 a governadora se desdisse.

Como é do conhecimento público, Mineiro espera ser diplomado deputado federal após o Tribunal Regional eleitoral (TRE) ter anulado votos de coligação que colocaram Beto Rosado na Câmara Federal.

Mas a negativa de Fátima Bezerra, de voltar atrás na exoneração de Mineiro, coloca em dúvida o que já se acha certo e definitivo. Em outras palavras, a anulação da saída de Mineiro do Governo deixa entender que a ida dele para a Câmara dos Deputados não estaria tão decidida.

Contas da campanha de Allyson são reprovadas por falhas graves

A nota encaminhada pelos advogados do prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade), sem ter o nome de quem a assina e - por isso - não se sabe quem realmente está na defesa dele, não esclarece nada acerca da reprovação das contas da campanha. Diz apenas que não há o que temer. Contudo, as bases do novo inquilino do Palácio da Resistência não são mais as mesmas. E parece, pelo documento que segue na 34 Zona Eleitoral de Mossoró, Allyson do que se viu na campanha, gosta de estar atrelado a quem tem algum problema envolvendo recebimento do Auxílio Emergencial do Governo Federal. Na campanha se descobriu que o candidato a vice-prefeito dele, o empresário Fernandinho das Padarias (PSD), recebeu ilegalmente parcelas, sendo obrigado a devolver. E nenhuma explicação foi apresentada.

Agora, mais uma vez, o Auxílio Emergencial vem à tona. É que cerca de 10 pessoas doaram para a campanha de Allyson Bezerra. Até aí, nada de errado. Mas o porém é que quem recebeu o auxílio deveria estar passando por algum "perrengue" financeiro. E, diante disso, não teria condições de fazer alguma doação. 

O que a equipe que analisou a prestação de contas detectou é grave. Conforme o documento assinado pelo servidor Márcio de Oliveira, a prestação de campanha de Allyson Bezerra recorre em falha grave. Diante disso, opinou-se pela desaprovação das contas. Os itens rejeitados, ainda de acordo com o processo, comprometem as contas apresentadas.

Veja abaixo parte da análise feita:

"16.1. Em conclusão, em atendimento ao disposto no art. 69, §3o, da Res. TSE no 23.607/2019, manifesta- se este órgão técnico pela irregularidade das contas, opinando pela DESAPROVAÇÃO DAS CONTAS, em face do que foi relatado nos itens 1.3.1, 6.10, 10.2, 10.3, 11.1, 12.1 e 14.5, com respectivos subitens, nos termos mencionados em cada item específico, considerando que o conjunto das falhas/irregularidades identificadas comprometem, no entendimento deste analista, as contas apresentadas."

"Item 14.5.2 - “a não apresentação tempestiva da prestação de contas parcial ou a sua entrega de forma que não corresponda à efetiva movimentação de recursos caracteriza infração grave, salvo justificativa acolhida pela justiçaeleitoral, a ser apurada na oportunidade do julgamento da prestação de contas final.”

"14.5.3. No caso presente, tem-se que a única justificativa dada pelos candidatos é de que os documentos somente chegaram à contabilidade após o prazo previsto para entrega das parciais, que não é uma justificativa válida, no entendimento deste Órgão Técnico."


Profissionais de saúde de Grossos devem se vacinar até esta segunda-feira

A Secretaria Municipal de Saúde de Grossos informa que ainda tem doses da vacina contra a Covid-19 disponível para os profissionais da saúde. E convoca a todos a se vacinarem até esta segunda-feira (01), na Unidade Básica de Saúde Ana Maria Gonçalves, das 7h30 às 11h e das 13h30 às 16h. 

Essa medida atende orientação técnica da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) que permite a progressão da imunização com o atendimento aos idosos a partir de 75 anos acamados, desde que todos os profissionais da saúde tenham sido vacinados. 

Assim, a Secretaria Municipal deseja avançar, mas precisa que os profissionais compareçam para serem imunizados. 

É importante lembrar que todas as pessoas precisam se cadastrar no RN + Vacina, o sistema de monitoramento desenvolvido pelo estado. Então mesmo o profissional deve fazer o cadastro antecipado.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Empreendedores de Tibau recebem cheque do Microcrédito Empreendedor

Um total de 26 empreendedores da cidade de Tibau receberam nesta sexta-feira, 29, da Agência do Fomento do Rio Grande do Norte (AGN), fruto da parceria com a Prefeitura de Tibau, cheques do programa Microcrédito Empreendedor, o que representa R$ 149.500,00 injetados na economia do município.

Ação, fruto da parceria com a prefeitura, beneficia empreendedores com linha de crédito subsidiada e oferecida pela AGN e que tem como objetivo apoiar o empreendedorismo através de ação de mobilização, apoio financeiro, voltados para ocupação e renda com sustentabilidade nos diferentes setores da economia.


Entre as principais vantagens estão as taxas de juros do empréstimo que são de 1,5% ou 1,7% ao mês, tendo o prazo de até 24 meses para quitar o financiamento e os descontos de 100% dos juros para os comerciantes que pagarem as parcelas em dia.

Allyson faz reunião com blogueiros para pedir ataques a Rosalba

Se a tônica da administração tem sido pensar e agir mais pensando em Rosalba do que na cidade, mais em atacá-la do que trabalhar pela cidade, esta máxima vai se intensificar.

O neófito prefeito Allysson Bezerra faz reunião hoje com blogueiros para pedir mais ataques a sua antecessora. Mais retrovisor, mais agressividade, mais divisionismo.

Rosalba que está quieta no seu canto, só se manifesta quando o aparato municipal é usado para atacar as administrações dela, poderá quem sabe se levantar e voltar à arena com muitas outras armas na mão.

Quem talvez esteja querendo briga e querendo ataques pode, talvez, estar criando o seu próprio inferno astral. A conferir o aumento da agressividade de figuras que inúmeras vezes passaram a linha do que é cabível de muitos processos. Vem aí a ofensiva das calúnias, injúrias e difamações ordenadas pelo ocupante do palácio da resistência.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Allyson adota modelo influencer e prioriza seu perfil em vez do da PMM


Pode ser só ignorância do blog, mas ao se olhar os perfis da Prefeitura de Mossoró e do prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade) no Instagram, percebe-se que existe uma migração considerável de postagens oficiais para o perfil particular do prefeito. Ou seja: existe mais informações no privado do que no público. Vai ver que, pelo estilo blogueiro do prefeito, de expor sua rotina administrativa aos seus seguidores, ele tenha optado por esse modelo de divulgação oficial, digamos assim.

Resta saber se pode. Porque já se tem crítica jurídica de que não se admite confundir o público com o privado. Como já foi dito, pode ser só falta de conhecimento do titular deste espaço. Mas é de se estranhar.

Allyson Bezerra já colocou em seu instagram postagens de comemoração natalícia de sua esposa ocorrida no Salão dos Grandes Atos do Palácio da Resistência. Já colocou fotos de "recebidos", um termo bem próprio utilizado por influenciadores digitais. Mas tudo isso pode? Até que ponto se pode permitir que haja inversão ou até que ponto se admite que um prefeito adote comportamento de um influencer?

E, se puder, cabe uma pergunta: quem abastece o perfil pessoal do prefeito no instagram? Se for a Secretaria de Comunicação, alguma falha comucacional ou jurídica estaria em evidência, pois seriam servidores pagos com dinheiro púbico para atender necessidades particulares do prefeito.

De todo modo, e se o blog estiver equivocado, desculpas aos envolvidos. Mas que é estranho, isso é.

Secretários detalharão situação financeira da Prefeitura de Mossoró

Secretários da área econômica da Prefeitura de Mossoró apresentarão balanço das finanças do Município. Vai acontecer nessa quinta-feira (28), às 11h, no auditório da Estação das Artes Eliseu Ventania.

No evento, equipe mostrará dívidas geral e por categoria (fornecedores, Previdência etc).

Também haverá detalhamento sobre compromissos em aberto com servidores de carreira e terceirizados.

O material é resultado de levantamento realizado nas últimas semanas, pela atual gestão.

Fonte: Assecom

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Tibau receberá mais 60 doses da vacina contra a Covid-19

Nesta terça-feira, 26, o município de Tibau recebe a segunda remessa de vacinas, com mais 60 doses, para ampliar a imunização dos profissionais de saúde que trabalham na linha de frente do combate à Covid-19.

De acordo com a secretária municipal de saúde, Márcia Cristina, com a disponibilidade de mais doses da vacina haverá a ampliação do número de profissionais da saúde que vem atuando no enfrentamento à pandemia.


“Com mais estas 60 doses, o município contabiliza 141 tendo em vista que na primeira remessa recebeu 81 doses, e serão destinadas majoritariamente aos trabalhadores da saúde”, explicou a secretária.


A estratégia para aplicação das doses de CoronaVac, que serão recebidas hoje, é continuar vacinando os profissionais e aguardando novas remessas, bem como as orientações do Ministério da Saúde em relação ao grupo prioritário da primeira fase.

Prefeita Cinthia Sonale cumpre extensa agenda em Natal

A prefeita grossense Cinthia Sonale (PSDB) cumpre agenda cheia na capital do Estado. Ela vai ter reuniões na Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), onde vai discutir um dos problemas graves e que afeta a saúde municipal e que diz respeito ao envio de pacientes para tratamento em outras cidades. Trata-se da Autorização de Internamento Hospitalar (AIH). Como não houve transição, a nova gestão precisa saber da realidade relacionada ao tema, ainda mais quando se vive um momento particular por conta da pandemia provocada pela Covid-19.

Ainda em Natal, a prefeita Cinthia Sonale tem agenda no Instituto de Desenvolvimento Econômico e Ambiental (Idema). Lá ela discutirá sobre licenciamentos ambientais para Grossos. Ela também se reunirá com a diretoria do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), visando discutir a situação da Avenida Dehon Caenga, que liga Grossos a Tibau pelo litoral. 

A prefeita ainda terá reunião na Secretaria Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, onde tratará da perfuração de poços artesanais nos assentamentos estaduais que existem em Grossos. Na seara da água, ela também vai se reunir com a diretoria da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), em cujo órgão solicitará parceria para abastecimento dos assentamentos, além de discutir a conclusão do poço e regularização do abastecimento nas comunidades rurais de Grossos.

Cinthia Sonale irá cumprir agenda no Tribunal de Justiça do Estado (TJE), onde vai procurar saber a situação de Grossos no que diz respeito aos precatórios. A prefeita aproveitará a ida a Natal para ver parcelamento de dívidas junto à Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern). A prefeita viajou a Natal na companhia do secretário-chefe Veronilde Caetano.

Allyson falaria a verdade quando diz que que houve o cancelamento de restos a pagar

A fonte ligada diretamente a gestão da ex-prefeita Rosalba Ciarlini afirma que são mentirosas as afirmações feitas pelo atual prefeito, e diz que pode comprovar que os empenhos ficaram prontos para pagamento na primeira semana de 2021. “Se houve cancelamento, não foi realizado até 31.12.2020.

Durante a reunião das Equipes de Transição ocorrida em 31.12.2020 – data que o art. 4º, II, da Resolução n. 34/2016 do Tribunal de Contas do Estado, que dispõe sobre a transição de governos, determina que sejam apresentados os “restos a pagar”  – foram apresentados à Equipe do então Prefeito Eleito os restos a pagar e foi informado, por escrito, que faltava “completar o pagamento do décimo terceiro salário dos servidores aniversariantes a partir do mês de março, que a remuneração supere R$ 3.000,00, e algumas vantagens variáveis da folha de dezembro de 2020, com detalhamentos no setor de Folha de Pagamento da Secretaria da Administração”, cujos valores estavam empenhados e inscritos em restos a pagar”, destaca.

As informações vão mais além. No dia 04.01.2021, antes de conceder a estranha entrevista coletiva, deveriam o Prefeito e o Secretário de Administração (ainda que interino) consultar o Setor de Folha de Pagamento, que teriam recebido todos os detalhes das informações sobre o restante da folha de pagamento de 2020.

Além disso de acordo como art. 48, §4º, da Lei do Estatuto do Servidor público municipal, deve ser pago “até o 5º (quinto) dia útil do mês subsequente ao de referência”, isto é, os salários de dezembro e o 13º de 2020 deveriam ter sido pagos até 08.01.2021; a gestão de Rosalba Ciarlini pagou mais de 90% dentro do mês de dezembro, ficando uma pequena parcela a quitar em janeiro. Desta informação legal e da necessidade de complementação a Equipe de Transição do Prefeito Allyson era ciente.

Segundo informativo público do site do Banco do Brasil (https://abre.ai/dafbb), de 01.01.2021 a 08.01.2021, a Prefeitura de Mossoró recebeu R$ 7.262.774,59, ficando com R$ 3.581.801,98 disponíveis. Esses valores se referem a transferências do Governo Federal. No dia 12.01.2021, o Governo do Estado transferiu o ICMS devido ao Município, correspondente a mais R$ 3.758.202,24 líquidos, totalizando R$ 7.340.004,22 – valor mais do que suficiente para quitar as despesas de pessoal pendentes.

Essas informações comprovam três coisas: 1) Ficou inscrito em restos a pagar o restante da despesa com pessoal de 2020, que deveria ser quitado até 08.01.2021; 2) A Prefeitura tinha recursos financeiros disponíveis para quitar o restante da despesa de pessoal de 2020; e 2) a Prefeitura não pagou porque não quis.

 O valor do 13ª salário  é de  6.767.818,40. Além disso, da folha 1.822.103,32 corresponde a vantagens variáveis como horas extras e diárias de todas as secretarias, além de diárias operacionais, intrajornada da guarda e  trânsito e insalubridade saúde.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Allyson destrói decreto de calamidade ao anunciar calendário de pagamento


A cada anúncio que o prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade) faz vem a certeza de que o decreto de calamidade financeira e administrativa teve apenas um objetivo: atingir a gestora que o antecedeu. Nada mais que isso. Se a Prefeitura de Mossoró realmente estivesse em calamidade financeira, como é que o prefeito iria apresentar calendário de pagamento? E se apresentou, e se existe complicação financeira, como vai pagar? Será que o prefeito apresentou o calendário para apenas “amansar” o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum)?

Allyson Bezerra fez esse anúncio, obviamente, em decorrência de reunião que teve com a diretoria do Sindiserpum. E a sua decisão, mais uma vez, reforça o que se bate: contradiz o discurso de que teria herdado “terra arrasada”. E mostra, claramente, de que o decreto de calamidade financeira foi feito indevidamente.

Que calamidade é essa em que há plenas condições de pagar todos os salários? O anúncio de Allyson contradiz sua fala anterior. Parece repetitivo falar isso. E realmente é. Mas o prefeito ainda não compreendeu que existe essa contradição e talvez seja preciso escrever em um quadro, em letras garrafais, para que haja assimilação.

Não houve corte agudo de despesas na gestão de Allyson Bezerra. A nomeação de cargos comissionados foi mais rápida e bem maior agora, comparando com igual período no começo da administração Rosalba Ciarlini. Como pode haver problema? O decreto só pode ter assinado de forma política. Talvez para fazer propaganda negativa da gestão anterior ou evitar licitação...

O pagamento dos servidores já estava normal antes. O fato de Rosalba Ciarlini ter pago o salário de dezembro e 13 salário a 90% dos servidores em ano de pandemia, isso por si, já é uma vitória, Saliente-se que em 2020 o comércio fechou por dois meses e houve queda na arrecadação. Algo que não acontece agora.

O Governo do Estado fechou 2020 com o 13 salário em atraso. A Prefeitura de Natal virou o ano sem pagar dezembro e o 13 salário. E a capital é tida como local onde a administração é excelente. E o que Rosalba Ciarlini fez, reputa-se, foi uma grande vitória, de pagar 12 meses e o décimo 90% dos servidores.

Colégio Militar de Mossoró garante 50% de desconto aos primeiros 500 alunos


O sucesso do seu filho depende de como você enxerga o futuro. E tudo começa com a escolha por uma boa escola. É lá onde os primeiros passos serão ensinados e onde ele aprenderá o sentido de se viver em sociedade. E, aliado a tudo isso, vem a garantia de que haverá disciplina em todos os momentos e com o melhor que o seu filho merece: o Colégio Cívico-Militar Expedicionários do Brasil (CCMEB), o Colégio Militar de Mossoró.

A unidade já está recebendo matrícula e funciona no cruzamento da Avenida Diocesana com a rua João Marcelino, esquina com a Casa do estudante de Mossoró. E para os 500 primeiros alunos a se matricularem, uma boa notícia: terão 50% de desconto na mensalidades pelo período em que estudarem no Colégio Militar.

E os atrativos não param por aí: se você é servidor público (municipal, estadual ou federal) terá direito a mais 12% de desconto nas mensalidades.

A mensalidade garante o ensino integral (manhã e tarde), aulas de bilíngue, orientação (reforço escolar), modalidades esportivas (o aluno escolha em quais participará), além de almoço e lanche da tarde.

Além disso, o seu filho terá uma educação de excelente qualidade, pois os professores são altamente preparados. O reforço às atividades em sala de aula virá dos laboratórios de Física, Química, Biologia, Matemática, Robótica, Informática e de uma biblioteca que atenderá ás necessidades do aluno.

Não perca essa oportunidade!

Questão Querinho/Beto está longe de acabar

Quem acha que a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) põe fim à questão  Querinho/Beto/Mineiro pode tirar o “cavalinho da chuva”. Ainda se tem muito a discutir, juridicamente, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Muito caminho, muito debate, muito questionamento...

Cicília Maia ganha espaço com oposição dividida

A professora doutora Cicília Maia lançou sua pré-candidatura á reitoria da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), tendo como candidato a vice-reitor o professor Chico Dantas. A ideia é seguir com as ações expansionistas do ensino, pesquisa e extensão, as quais ganharam força no mandato do reitor Pedro Fernandes e que foram continuadas com a reitora em exercício Fátima Raquel. Cicília Maia tem a missão de defender que os projetos tenham sequência e se fortaleçam.

O projeto já nasceu forte. Não menosprezando as outras duas chapas, que seguem a linha oposicionista, analisa-se que existiria, isso internamente, a tendência de professores, alunos e técnicos em seguirem com o que tem dado certo.

Analisemos: a oposição se dividiu. E isso implica que não existe projeto coletivo. O que se mostra, pela oposição, é apenas o desejo de aliar um projeto particular em detrimento do coletivo. E, sendo ainda mais incisivo: uma das chapas tem representante da Faculdade de Educação Física (FAEF). Essa particularidade seria menosprezar o entendimento de que a mesma Faef indicou o candidato a vice-reitor de Pedro Fernandes, o professor Aldo Gondim. E isso externa divisão também na Faculdade.

A segunda chapa oposicionista tem representante da Faculdade de Letras e Artes (FALA). E alude á existência de “uma outra Uern”. Mas qual? A que quer crescer ou a que se quer externar poder particular? Só existe uma Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. E percebe-se claramente que trabalhar a possibilidade de um espelho para refletir o que já se tem, esse reflexo apenas seria uma cópia e, portanto, com alguma falha...

Daí, por esses motivos, que o blog entende que Cicília Maia está, como se diz, com a “faca e com o queijo”. Só falta trabalhar para que não haja nenhuma dissintonia.

Governo do RN mantém planejamento para distribuição de nova remessa de vacinas contra a Covid-19

O Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), segue em missão permanente para dar apoio logístico em mais uma etapa de distribuição de vacinas contra a Covid-19 em território potiguar. Nos últimos dois dias, o estado recebeu mais duas remessas de vacinas. Além da CoronaVac, desenvolvida no Instituto Butantan, em São Paulo, também chegaram doses de AstraZeneca, produzida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra. Estas últimas vieram da Índia. 

Com o desembarque das vacinas e a chegada dos imunizantes ao prédio da Unidade Central de Agentes Terapêuticos (UNICAT), em Natal, a SESED é responsável pela entrega aos pontos de vacinação, tanto na capital quanto na região Metropolitana e também no interior – ação que vem sendo realizada por viaturas do Corpo de Bombeiros, sob escolta armada da Polícia Militar. 

“É importante destacar o papel humanitário de todos os envolvidos nesta missão, e agradecer pelo empenho dos nossos bravos e valorosos homens e mulheres que compõem e tanto honram o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar do Rio Grande do Norte”, enfatizou o titular da SESED, coronel Francisco Araújo Silva. 

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESAP), as vacinas AstraZeneca serão distribuídas para aplicação de forma diferente, em razão do intervalo prolongado entre a primeira e segunda dose. No domingo (24), desembarcou uma remessa com 31.500 doses que vieram da Índia. Com intervalo de até 12 semanas entre a primeira e a segunda aplicação, todas as doses serão aplicadas neste momento, imunizando 31.500 potiguares.  

Já no final da manhã desta segunda-feira (25), chegou uma segunda remessa de CoronaVac, com 14.600 doses. Com aplicação de duas doses em um intervalo de 28 dias, a vacina atenderá 7.300 potiguares neste primeiro momento. 

Vale lembrar que na primeira remessa, ocorrida no último dia 19, chegaram ao RN cerca de 82 mil doses da CoronaVac, com imunização imediata de 39.258 potiguares, que posteriormente receberão a segunda dose da vacina.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Colégio Militar de Mossoró tem desconto para filho de servidor público e de militares

As matrículas para alunos que tenham interesse em estudar no Colégio Militar Expedicionários do Brasil, o Colégio Cívico-Militar de Mossoró - já podem ser feitas a partir da segunda-feira, 25/01. A unidade funciona no prédio onde hoje está a Faculdade Pitágoras, na Avenida Diocesana (esquina com a Casa do Estudante de Mossoró). Nesta sexta-feira, 22/01, houve a apresentação da estrutura da unidade, metodologia e corpo docente. 

O diferencial do Colégio Cívico-Militar de Mossoró é que a unidade ofertará ensino integral. Os alunos terão acesso à formação humana e cidadã, além de orientação na parte cívica, respaldada nos valores éticos. A disciplina, aliada a uma educação de qualidade - a qual contará com professores altamente qualificados - garantirá o que o aluno espera.

Os alunos vão dispor de laboratórios de ponta para aulas práticas de Biologia, Física, Química, Matemática, Robótica, além de auditório para debates, exposição e produção audiovisual, dependendo do que for proposto pelas atividades acadêmicas das disciplinas de Linguagens e Humanas.


Outro diferencial é que o aluno não levará atividades para casa e nem os pais precisarão pagar aulas de reforço para que seus filhos possam acompanhar os conteúdos trabalhados em sala de aula.

O Colégio Cívico-Militar de Mossoró trabalhará projeto de orientação para que os discentes não fiquem com dúvidas ou levem atividades para casa.

Além disso, as atividades de educação física e militares, com aulas práticas, ocorrerão no Sesc - Serviço Social do Comércio, como natação, basquete, futebol e outras modalidades esportivas. As refeições e lanche já estão inclusos nas mensalidades.

Sobre valores de mensalidades, o Colégio Cívico-Militar trabalha com a prática de descontos para servidores públicos e militares.

 

quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

Colégio Cívico-Militar de Mossoró começa a funcionar em Mossoró

O Colégio Cívico-Militar Expedicionários do Brasil apresenta hoje sua estrutura, meta, missão e equipes administrativas e pedagógicas à imprensa e convidados. A unidade funcionará no prédio onde se localiza a Faculdade Pitágoras, no cruzamento das avenidas Diocesana e João Marcelino.

Como o blog já disse antes, o diferencial é que será uma unidade de ensino integral e deverá iniciar suas atividades no mês de março. Faltam pequenos detalhes para que a Escola Cívico-Militar entre em ação. Mas isso não quer dizer que o espaço não possa ser visitado por pais que tenham interesse que seus filhos estudem em uma escola que preza pela disciplina de seus alunos e, acima de tudo, tenha boa qualidade na educação.

Haverá espaços para atividades disciplinares, físicas, cívicas, educacionais, reforço e leitura, além de opções voltadas para que o aluno possa trabalhar o equilíbrio corpo-mente de maneira eficiente e com a devida orientação de profissionais.

A instalação de uma unidade do Colégio Cívico-Militar em Mossoró atenderá uma necessidade regional, uma vez que inexiste escola privada que trabalhe o ensino integral e que possa garantir a devida qualificação do alunado ao futuro.

Os laboratórios de Biologia, Física, Química, Matemática, Robótica e de Informática são de excelência. Vale à pena visitar.

Prefeitura de Grossos e Ufersa visam regularização ambiental das salinas artesanais

Na tarde desta quinta-feira (21), a Prefeitura de Grossos, por meio das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Agricultura e Pesca, reuniu representantes das salinas artesanais para apresentar o Projeto Ecosal, da Universidade Federal Rural do Semi-árido (UFERSA). O projeto tem o objetivo de promover o licenciamento ambiental da atividade no município, que é único onde a extração de sal artesanal pode ser encontrada no Rio Grande do Norte.

A reunião aconteceu na Escola Municipal São José, na comunidade do Córrego, e contou com a presença dos salineiros, da Prefeita Cinthia Sonale, do Deputado Estadual Souza, do Presidente da Câmara, Fabyellysson do Córrego, além de outros vereadores.

“A prefeitura tem total interesse em apoiar projetos que venham a somar com a nossa cidade. As salinas artesanais geram trabalho e renda, precisam do nosso suporte e fazer isso com o apoio da universidade nos dá muita satisfação, é uma parceria que com certeza renderá bons frutos”, disse a Prefeita.

A apresentação do Projeto foi feita pelo Professor Doutor Rogério Taygra, coordenador do projeto. Segundo ele, Grossos tem 173 salinas artesanais, sendo que 130 delas estão localizadas na comunidade do Córrego, 29 no Boi Morto, 12 no Coqueiros e 2 na comunidade de Areia Alvas. “Grossos é o último local onde existe, e resiste, atividade de produção de sal artesanal. O projeto é da UFERSA e financiado pela Fapern, que tem como objetivo dar apoio técnico e ambiental para que os salineiros artesanais consigam se regularizar junto aos órgãos ambientais por meio do licenciamento ambiental, essa foi a primeira reunião e em breve nos reuniremos novamente para dar continuidade a coleta de informações”, explicou.

Ainda de acordo com o professor, a participação do poder público é de suma importância para o sucesso do projeto, pois além de mobilizar, pode agilizar a documentação técnica, que sejam emitidos pela prefeitura, como por exemplo, os documentos de certidão de solo, alvará de localização, dentre outros.

O salineiro Francisco Alves gostou do que ouviu. “Acho fantástico, estou tentando acreditar que esse encontro é verdade, porque na gestão passada, eu participei de uma reunião onde foi prometido essa licença e não aconteceu. Naquela época havia custos para os salineiros, hoje não existe mais esse custo. Com um projeto desse gratuito eu tenho muito interesse em regularizar minha salina, o quanto antes, pois o valor da regularização é muito alto, e a renda do salineiro não dá para bancar”.

Secretário de Esporte de Tibau recebe secretário de Grossos e tratam de parceria

O secretário da pasta de Esporte e Lazer de Tibau, Adriel Carvalho, recebeu na manhã desta quinta-feira, 21, no Centro Administrativo, o Secretário de Esporte, Álvaro Fernando Souza do Couto, e o Gerente de Esporte, Leomar Paulino, e a Secretária Comunicação, Marise Marinho, todos do município de Grossos.

Na pauta, a viabilidade de possíveis eventos entre os dois municípios quando tudo voltar à normalidade após o período de pandemia provocado pela Covid-19.

No momento, se discutiu a possibilidade de realizar uma copa intermunicipal de futebol entre as seleções máster e aberto dos dois municípios. “Demos um importante passo no sentido de manter uma parceria, uma sincronia que venha a beneficiar aos esportistas das mais variadas modalidades de esportes dos dois municípios”, comentou Adriel Carvalho.

Outro tema bastante discutido foi um evento de Kit Surf, com início na Praia de Pernambuquinho, em Grossos, até a Praia de Tibau. “Acreditamos que esse evento vai fomentar o turismo nas duas cidades, tendo a presença de atletas mundialmente conhecidos”, opinou o secretário Adriel Carvalho.

A convite de Adriel Carvalho, o secretário e gerente de esporte de Grossos foram conhecer o estádio de futebol “O Rogerão”, entregue aos desportistas do município de Tibau em dezembro do ano passado, ao término da administração do prefeito Josinaldo Marcos de Souza “Naldinho”.

“Eles ficaram encantados com a estrutura do estádio e já eufóricos para uma partida entre as equipes de futebol de Tibau e Grossos o mais rápido possível”, comentou Adriel.

Revisões do Bolsa Família continuam suspensas por mais 90 dias

Diante a procura de famílias para atualização no cadastro do Bolsa Família, a secretária municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SEMTHAS), do município de Tibau, Viviane Rebouças Viana, informa que o Governo Federal suspendeu, por mais 90 dias, os procedimentos operacionais do programa, bem como do Cadastro Único, para programas sociais do governo.

A decisão do Governo Federal que prorrogou a suspensão, foi publicada na última segunda-feira, 18, através da Portaria 591, e justifica que a decisão levou em conta a “necessidade de evitar aglomerações e exposição à infecção pelo Coronavírus de integrantes de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família, de famílias do Cadastro Único ou de pessoas em busca de atendimento para cadastramento, e, ainda, de cidadãos que trabalham em unidades de cadastro”.

Dessa forma, esclarece a secretária Viviane Rebouças, estão suspensos os procedimentos de averiguação cadastral, revisão cadastral e a aplicação das ações de bloqueio, suspensão e cancelamento de benefícios financeiros decorrentes do descumprimento das regras de gestão de benefícios do Bolsa Família.

“Tão logo o governo o serviço volte a normalidade estaremos comunicando para que as famílias procurem o serviço desejado. No entanto, no momento, estão suspensos por mais 90 dias conforme a portaria do Governo Federal”, disse Viviane Viana.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Colégio Cívico-Militar deverá começar a atuar em Mossoró em março

Um novo projeto educacional ganha corpo em Mossoró, voltado para o Ensino Fundamental e Médio. Trata-se da vinda do Colégio Cívico-Militar Expedicionários do Brasil e que funcionará em local estratégico na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte: na avenida Diocesana, próximo à Casa do Estudante de Mossoró. No mesmo prédio onde está a Faculdade Pitágoras.

O diferencial é que será uma unidade de ensino integral e deverá iniciar suas atividades no mês de março. Faltam pequenos detalhes para que a Escola Cívico-Militar entre em ação. Mas isso não quer dizer que o espaço não possa ser visitado por pais que tenham interesse que seus filhos estudem em uma escola que preza pela disciplina de seus alunos e, acima de tudo, tenha boa qualidade na educação.

Haverá espaços para atividades disciplinares, físicas, cívicas, educacionais, reforço e leitura, além de opções voltadas para que o aluno possa trabalhar o equilíbrio corpo-mente de maneira eficiente e com a devida orientação de profissionais.

A instalação de uma unidade do Colégio Cívico-Militar em Mossoró atenderá uma necessidade regional, uma vez que inexiste escola privada que trabalhe o ensino integral e que possa garantir a devida qualificação do alunado ao futuro.

Allyson caminha para obter o download e ser 2.0

Quando a ex-prefeita Cláudia Regina (Democratas) disse, na campanha eleitoral que passou, que tudo no então candidato Allyson Bezerra (Solidariedade) era fruto de marketing, ensaiado, ela tinha suas razões. Agora, depois de eleito prefeito, Allyson tem que evitar que o que complemento do comentário feito por Cláudia não se concretize: ser o Silveirinha 2.0, com um plus, um download de atualização. Ele, o prefeito, se elegeu apregoando o fim de uma política, para ele, ultrapassada, e que tinha transformado a Prefeitura de Mossoró em um mero cabide de emprego.

Agora percebe-se que o que o então candidato Allyson Bezerra disse na campanha foram apenas palavras. E olhem que estamos somente com 18 dias da administração dele. Se a caneta do prefeito seguir com a mesma tônica, mais dia menos dia, faltará espaço para acomodar todos os que ele pretende nomear para cargos em comissão. E olhe lá se ele não criar mais funções.

Allyson tem feito uma lambança administrativa. Instituiu decreto de calamidade administrativa e financeira. Em outras palavras, na sua visão, Mossoró está em crise. Instituiu que nenhum servidor receba nenhum benefício a mais que o salário. E, por outro lado, comprometendo e contradizendo o próprio decreto, está dado expediente aos sábados. E vamos se perguntar: existe, realmente, necessidade de explorar o servidor público? Sim, porque o que ele está fazendo não tem outra palavra que não seja essa: exploração.

O prefeito, rancorosamente, exonerou a diretora do Colégio Evangélico que é administrado pela Prefeitura de Mossoró, embora pertença à Assembleia de Deus. Motivo: não teve o apoio de alguns líderes religiosos. E cabe mais uma pergunta: como é que se concebe a ideia de quem vive se jactando de ser cristão, isso e aquilo, se o que se diz não casa com o que se faz? A política de perseguição não combina com quem disse que iria colocar Mossoró em outro patamar. Com o que se vê, qual seria esse patamar?

Saliente-se que o prefeito já deu muito "pano para as mangas" para os seus adversários políticos. E isso em apenas 18 dias. Ainda faltam três anos e 347 dias de governo...


sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

É chique decretar calamidade financeira?

Deve ser chique, glamouroso, anunciar decreto de Estado de Calamidade Financeira e Administrativa. O prefeito ou prefeita que assim proceder, óbvio, deve ser aplaudido pelos que o seguem e que fazem coro pra que a medida seja, também, louvada pela população.

Pode ser uma expressão pomposa. Quem vai dizer que tomou a medida enche os pulmões para falar. Mas decretar calamidade financeira não é tão simples quanto muitos pensam. E os efeitos podem ser totalmente contrários ao que se quis.

Apesar da decisão de administrar ser, realmente, dos prefeitos, existem órgãos fiscalizadores. Além da Câmara Municipal, que em alguns municípios não serve para nada - a não ser como extensão das Prefeituras e onde existem vereadores ou vereadoras que, sequer, abrem a boca ou fazem algum discurso - o Tribunal de Contas do Estado (TCE) vai analisar se a calamidade financeira é procedente. Caso seja contrário, quem a decretou terá que se explicar. E muito.

Em Mossoró, por exemplo, o prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade), fez uso de tal decreto. Mossoró, na visão que ele externou pelo decreto, está só o farrapo, financeiramente falando. Ao mesmo tempo, porém, ele diz que vai fazer isso e aquilo, nomeia mais de 300 comissionados e ainda abre a boca para falar em dificuldade. Onde? Como? Quem?...

Pelo visto, cidades que seguiram o exemplo de Mossoró que se prepare. A boca vai esquentar para quem faltou com a verdade. 

Com recursos próprios Prefeitura de Tibau inicia pavimentação de ruas


Por determinação da prefeita Lidiane Marques (PSDB), a Administração Municipal, via Secretaria Municipal de Obras, retomou as obras de pavimentação de diversas ruas no centro da cidade.

A gestão tem a intenção de seguir pavimentando trechos estratégicos de ruas da cidade com recursos próprios, e deve expandir ainda mais tais obras com a utilização de recursos oriundos de emendas parlamentares, que em breve estará solicitando e espera que sejam liberados o quanto antes.

A meta, conforme a prefeita Lidiane, é dar maior fluidez ao tráfego nas ruas da cidade. “Estamos atentos, trabalhando, ouvindo novas reivindicações”, destacou a prefeita.

RECURSOS PRÓPRIOS

Com recursos próprios, a Administração Municipal vai pavimentar as seguintes ruas:

Rua do Voador, Rua Estrela do Mar, Rua Antônio Luz, Rua Antônio Graça da Silva, Rua Cândido Alexandre, Rua Ernesto Freire, Rua José Marcelino, Rua da Tainha e Rua do Camarão.

CONVÊNIO COM A CEF

Já em convênio com a Caixa Econômica Federal (CEF), a Administração Municipal vai pavimentar as ruas da Pescadinha e Maria Alcântara.

Atualização cadastral nas escolas municipais começa dia 18 em Grossos

A prefeitura de Grossos, por meio da Secretaria Municipal de Educação, abre na próxima-segunda feira (18), o período de atualização cadastral para escolas da rede municipal de ensino. O prazo para alunos veteranos e cadastro de novatos vai até o dia 28.

Os pais ou responsáveis devem se dirigir até a escola aonde desejam matriculas as crianças, sempre das 8h às 11h, levando os seguintes documentos:

- foto 3x 4;

- certidão de nascimento (xerox);

- RG e CPF dos pais;

- comprovante de residência em nome dos pais;

- carteira de vacinação (para as crianças da educação infantil).

Para as cinco escolas do campo foi montado um cronograma específico, ao longo da semana. Confira ao final da matéria. 

A rede municipal de ensino conta com oito escolas, com vagas do 1º ao 9º, mais educação infantil, entre zona urbana e rural.

A atualização é um planejamento, pois o retorno as aulas está suspenso por decreto municipal até março. Ianara Suelem, que está à frente da pasta, falou sobre a mudança no calendário escolar que estava previsto. “Entendemos a necessidade do decreto diante dos casos de Covid, visto que nossas escolas estão com a estrutura bem precária, não sendo podendo receber nossos alunos de forma segura; pedimos aos pais que mesmo assim procedam com a matrícula, pois tão logo seja possível, reiniciaremos as aulas e retomaremos inclusive o ano letivo 2020, que ainda não foi concluído”. 

Cronograma das escolas do campo:

Dia 18/01

AREIAS ALVAS

Escolas José Deodato e Luzia Freire

7h30 às 11h30

Dia 19/01

VALENÇA

Escola Manoel da Silva 

07h30 às 11h30

Dia 20/01

PERNAMBUQUINHO 

Escola Maria do Livramento

7h30 às 11h30

Dia 21/01

BARRA 

Escola Alcinda Pinheiro

7h30 às 11h30

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Prefeitura de Tibau concede desconto de até 50% na quota única do IPTU 2021

Os contribuintes de Tibau terão desconto de até 50% no pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), até o dia 28 de fevereiro. O carnê pode ser solicitado através do telefone 84 3226 – 2228.

As guias também poderão ser retiradas, preferencialmente pela internet em virtude da pandemia da Covid-19, no site da prefeitura (acesse aqui) https://gestor.tributosmunicipais.com.br/gestor/views/publico/portaldocontribuinte/privado/imobiliario/extratoDebitos/extratoDebito.xhtml

 

Outro desconto, este é de até 30%, é para quem deseja pagar em quota única o IPTU relacionado aos anos anteriores.

 

De acordo com o secretário de Tributário, Alexsandro de Oliveira Bezerra, com os recursos do IPTU a prefeitura vem realizando obras que estão reconstruindo a qualidade de vida da população, investe na saúde, na educação e limpeza da cidade.

 

“Junte-se a nós, pague o seu IPTU para fazer Tibau avançar”, disse o secretário. 

quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Guarda Civil localiza dois veículos com queixa de roubo

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Mossoró segue com forte efetivo nas ruas, com patrulhamento 24 horas por dia. Com seis viaturas fazendo rondas simultâneas, a estratégia de reorganização da equipe vem surtindo efeito na cidade. Antes, a GCM contava apenas com quatro viaturas. Após ser feito remanejamento no quadro da Guarda, foi possível fortalecer o efetivo e colocar mais veículos à disposição da cidade, gerando mais segurança para o município.

Em patrulhamento preventivo no conjunto Odete Rosado, na noite de ontem (12), a equipe da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) localizou dois veículos abandonados, com queixa de roubo. Os automóveis já estavam em processo de desmanche, um deles com um reboque, onde foi localizado uma bolsa com marretas, furadeira, alicate, andaimes, entre outros objetos. A ocorrência foi encaminhada para a delegacia de Polícia Civil, onde o caso foi registrado.

“A Guarda Civil Municipal tem feito um trabalho de excelência e, em patrulhamento ostensivo e preventivo, conseguimos localizar dois veículos roubados em área de mata fechada, um local de difícil acesso”, relatou o comandante da Guarda Civil Municipal, Thiago de Oliveira Fernandes.

Além de assegurar a proteção ao patrimônio público, a Guarda Municipal tem trabalhado em parceria com as forças de segurança pública do estado. Segundo Thiago, o trabalho coletivo tem surtido efeito.

“A Guarda tem auxiliado bastante a Polícia Militar, nessa parceria, já conseguimos localizar vários carros e motos com queixa de roubo. É um trabalho coletivo que gera bastante resultado.” finaliza.A população pode contribuir com o trabalho da Guarda Municipal, basta ligar 153. A ligação é gratuita e o sigilo será preservado.

Fonte: Secom

Parceria proporcionará formação EaD de Saúde com entrega de kits no retorno às aulas em Serra do Mel


Parceria entre a Prefeitura Municipal de Serra do Mel, a empresa Echoenergia e o Instituto Brasil Solidário, vai possibilitar ação social para alunos e professores das escolas da rede municipal e estadual, que vão receber mais de 2.700 kits de saúde através do projeto “Ventos que transformam”.

A parceria vai garantir o fortalecimento da prevenção e saúde no retorno às aulas com capacitação para os educadores tendo ainda a doação de masca, material educativo e álcool em gel, que será entregue no início das aulas programado para acontecer no mês de fevereiro.

No entanto, as primeiras atividades da parceria vão acontecer ainda no mês de janeiro com a formação de um EaD de saúde, necessitando apenas que os educadores, coordenadores pedagógicos, assim como técnicos da Secretaria Municipal de Educação, realizem suas inscrições para as primeiras trocas de informações e aprendizado.

Nesse feedback que será realizado entre os dias 18 e 27 de janeiro, terá conteúdo completo que envolve fascículo específico sobre a Covid-19 e as medidas de prevenção, até temas como a educação alimentar, e também, sobre os cuidados com a saúde mental, do corpo e saúde bucal, que pode ser intensificado com projetos trabalhados dentro e fora do ambiente escolar.

“Produzimos este EAD de Saúde, do Instituto Brasil Solidário, usando nossa experiência em quase 20 anos de projetos, onde observamos necessidades urgentes, como crianças com problemas bucais graves e possibilidade de um trabalho mais amplo e perene em saúde geral”, comentou Dr. Wolber Sontak, que participou da elaboração do conteúdo da formação e vem promovendo ações solidárias junto ao Instituto Brasil Solidário, desde o ano de 2004.

 

O KIT

O kit de saúde está sendo preparado em sacolas individuais, com viseira no modelo “face shield”, para os educadores, e máscaras de proteção em tecido para os alunos. Em cada sacola, os estudantes receberão quatro máscaras de tecido, uma squeeze (garrafa de plástico), para uso individual, além de material lúdico e criativo no formato de Gibi, apontando quais as medidas essenciais adotadas desde o início da quarentena, além da forma correta para higienizar as mãos, utilizar a máscara e manter o distanciamento em todos os espaços escolares.

 

SERVIÇO

Ação de Saúde – Projeto Ventos que transformam

Formação (EaD) de Saúde

Data: 18/01 a 29/01 (quartas e sextas-feiras), com exceção da aula inaugural.

Horário: 10h às 12h

Inscrição: Através da Secretaria de Educação de Serra do Mel, até o dia 15 de janeiro.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

Prefeitura de Grossos define os primeiros passos para a realização de auditoria


Na tarde desta segunda-feira (11), a Prefeita de Grossos, Cinthia Sonale, se reuniu com o Procurador do município, Dayan Dantas, com o Controlador Mackenzie Oliveira, com o Secretário Municipal de Administração, Mozaniel Mesquita, para definir os moldes da auditoria que será realizada no município. O encontro contou com a presença do perito judicial e contador José Aquino.

“Como já é de conhecimento de todos, não houve transição e necessitamos de diversas informações públicas as quais não tivemos acesso, sendo necessário auditar as contas do município para que possamos de fato fechar um diagnóstico completo”, disse a Prefeita.

A equipe agora vai dar andamento ao levantamento de dados e documentações para início da análise.

Secretaria de Agricultura divulga calendário de visita às comunidades rurais em Tibau

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente do município de Tibau começa nesta terça-feira, 12, o cadastramento para o programa de corte de terra do a no em curso.

Seguindo tradicionalmente a agenda do programa “Cultivar para colher”, a equipe da secretaria estará visitando as comunidades rurais objetivando facilitar o cadastro do agricultor.

De acordo com a secretária Tatiane Muniz, em razão da pandemia da Covid-19, a secretaria disponibiliza dois números (84) 99471-1304 e 99180-6190), através do WhatsApp, para facilitar o cadastro dos agricultores ao programa de corte de terra, e assim, evitar que o agricultor precise se deslocar até a secretaria para garantir a sua inscrição.

O programa “Cultivar para colher”, atende em média 150 famílias por ano, oportunizando ao pequeno agricultor o preparo da terra para o plantio como forma de incentivo e preservação da agricultura familiar.

 

Segue o calendário:

12/01 – Gangorra – Escola Municipal Idelzuíte Fernandes

13/01 – Lagoa de Salsa – Igreja Católica

14/01 – Vila Nova – Cajueiro de Sr. Dedim

sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

Justiça determina abastecimento imediato e diário por meio de carro-pipa em Tibau

A Prefeitura Municipal de Tibau conseguiu através da justiça, uma liminar na Ação Civil Pública em desfavor da Companhia de Águas e Esgotos do Estado do Rio Grande do Norte (Caern), tendo em vista que o fornecimento de água foi interrompido devido a problemas ocasionados pelo rompimento da parede que segura a bomba.

Na ação a prefeitura pede a tutela de urgência a qual foi deferida pelo juiz Fábio Ferreira Vasconcelos da 1a Vara da Comarca de Areia Branca, determinando que a Caern cumpra a obrigação de fazer restabelecendo o fornecimento de água encanada em 100 por cento dos imóveis que se encontram conectados à rede de distribuição no prazo corridos de cinco dias, contados a partir da decisão, sobe pena de multa diária de 10 mil reais.


Ainda na decisão, determina que a Caern promova de imediato o abastecimento, provisório e diário, aos residentes, domiciliares e moradores do município por meio da contratação de carro-pipa, tantos quantos necessários para atendimento as atividades essenciais das pessoas, como higiene e alimentação, durante o período de interrupção do fornecimento.


O abastecimento de agua no município de Tibau foi interrompido nos últimos dias do ano passado, tendo a prefeitura de Tibau por meio da prefeita Lidiane Marques solicitado a Caern que o serviço pudesse ser resolvido no prazo máximo de 24h, o que ainda não ocorreu. 

quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

Salão dos Grandes Aniversários?

O Salão dos Grandes Atos da Prefeitura Municipal de Mossoró deixou de ter o caráter de antes para assumir uma nova roupagem. A começar com a primeira coletiva de imprensa convocada pelo prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade): ocorreu no auditório da PreviMossoró, onde repórteres dividiram espaço com equipamentos e onde não houve a mínima preocupação com o distanciamento social. Agora terá vindo o motivo: o Salão dos Grandes Atos vai servir para comemorações pessoais. Foi isso o que o prefeito deixou claro ao postar foto alusiva ao aniversário da primeira-dama Cinthia Pinheiro.

O detalhe é que ela não possui nenhuma portaria. E o ato em si fere o princípio constitucional da impessoalidade. Mas, como tudo é novo em Mossoró, vai ver que essa modalidade de comemoração passou a ser aceita, via Constituição. Até, como o prefeito disse: a Prefeitura é do povo. Entende-se com isso, assim como a primeira-dama teve sua comemoração de aniversário no Salão dos Grandes Atos, qualquer cidadão terá o mesmo direito.

O blog entende a euforia do prefeito Allyson Bezerra. Mas ele tem assessoria para orientá-lo a evitar que a estrutura pública seja utilizada para fins pessoais. Afinal, o cidadão não paga imposto para manter uma estrutura pública que sirva como espaço para comemorações particulares.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Prefeitura de Tibau prorroga medida restritivas em novo Decreto

Em acolhimento as recomendaçoes do Ministério Público da 2ª Promotoria de Justiça de Areia Branca, para suspensão imediata de realização de quaisquer eventos corporativos, shows ou qualquer outra modalidade de evento de massa, públicos ou privados, , a prefeita Lidiane Marques (PSDB), do município de Tibau, emite novo Decreto, o de nº 001/2021, prorrogando o isolamento social e trazendo outras providências.

De acordo com o novo Decreto, em virtude da seriedade e o comprometimento com que o município de Tibau vem pautando sua postura no enfrentando a pandemia, desde o seu início, continuará primando pela adoção de medidas alinhadas às recomendações, relatórios e dados técnicos das equipes de saúde, todas, inclusive, respaldadas pelos Comitês Municipal e Estadual de Enfrentamento ao COVID-19.


Conforme o Decreto, diante o cenário da pandemia em todo o Estado e que ainda inspira cautela e atenção, o município manterá o isolamento social, estando comprometido, acima de tudo, com a vida do cidadão.


Todas as medidas contidas no Decreto você tem acesso no link https://drive.google.com/file/d/1xMrFeJuvNZCxlkcmqekwRVGb2pbR6sOh/view?usp=sharing

Allysson indica que não sabe como administrar e quer tempo para aprender



Não, não é um texto com argumentos. É nítido o que já está ocorrendo em Mossoró. Pior do que a previsão mais cética possível, a nova administração aparentemente admite publicamente a falta de traquejo e de preparo para o dia-a-dia da administração e tenta esconder suas gafes e micos, atacando a administração anterior.

A mais explícita de todas está contida na fala do novo chefe de gabinete Kadson Eduardo lamentando que os modelos de ofícios não estão no computador da sua sala.

Ora, se quer saber como são os modelos de ofícios e decretos, segue a dica: pedir a uma funcionária do gabinete ir ao arquivo físico ou acessar alguma edição do JOM, cópia-la ou pedir orientação a alguém com experiência.

Feitos do dia: retirada das tendas que organizavam as filas do auxílio emergencial, fechamento do centro de enfrentamento à Covid e outros serviços essenciais.

É só o começo, o discurso de Allysson de que sabia administrar e se alguém dissesse que ele não sabia era preconceito contra seus vinte e poucos anos, começa a cair por terra.

Boa sorte Mossoró, torcemos para que não tenhamos caído no maior estelionato eleitoral da história da cidade.

Oremos!

PS: a quem questionar o tempo de paralisia para aprender:  Allysson orientou dizer que é porque não houve transição. Não houve?

E aqueles livros com 800 páginas, por exemplo, que a anterior procuradora do município entregou era o que?

E todos os outros relatórios com centenas de páginas que o atual governo exigia em poucos dias e por serem completos e corretos exigiram semanas de trabalho, vocês fizeram o que? A dica ao novo gestor: pedir para seus assessores e secretários lerem.

terça-feira, 5 de janeiro de 2021

Ex-prefeito Maurício deixou Grossos 'só o bocal'

O pequeno município de Grossos recebeu, somente no mês de dezembro, pouco mais de R$ 10 milhões. Destes, R$ 7 milhões foram de royalties, que caíram em uma conta judicial. Para um contingente populacional de 10 mil e poucos habitantes e quase nenhum serviço básico em funcionamento, seria dinheiro suficiente para entregar a Prefeitura Municipal com as contas nos eixos, com nenhuma pendência salarial ou outra questão que colocasse em xeque a idoneidade administrativa da gestão que se encerrou, extraoficialmente, ao meio-dia de 31 de dezembro, já que as chaves do Hospital Municipal Flaviana Jacinta foram jogadas na casa de alguém que ainda não tinha assumido a Secretaria Municipal de Saúde.

Agora é que se sabe, por alto, do tamanho do rombo que foi deixado pelo ex-prefeito José Maurício Filho (MDB). Apesar de ter recebido, só em dezembro, mais de R$ 10 milhões, ele não teve a hombridade administrativa, moral, ética e jurídica de pagar, ao menos, as contas de água e luz, que juntas, somam uma dívida superior a R$ 100 mil. E isso dos meses de agosto a dezembro.

Mesmo com a conta recheada no final do ano, José Maurício Filho não pagou salário de servidores efetivos e contratados. Deixou o Natal e o Ano Novo de todos mais infeliz. Mas ele não estava na cidade para receber alguma reclamação. "Pegou o beco" bem cedo. Para ser mais exato, o então prefeito praticamente abandonou a cidade no seu último dia de governo. Deixou sem comando em todas as áreas. A prefeita eleita teve que assumir responsabilidade antes mesmo de ser oficializada no cargo, pela Câmara Municipal.

Nesta terça-feira, a prefeita Cinthia Sonale convocou a imprensa para entrevista coletiva para informar à sociedade grossense sobre os motivos que a levaram a decretar Estado de Calamidade Financeira e Administrativa. E, pelo cenário onde ela estava, percebe-se claramente as razões: o gabinete da Prefeitura Municipal parece, no popular, "só o bocal". À frente da prefeita, como se vê na foto, um birô improvisado.

Ela reafirmou que já contratou uma auditoria para detectar onde, como e em que os recursos públicos foram investidos. O certo é que muita explicação precisa ser apresentada. Somente após a auditoria é que se terá respostas. E, obvio, a Justiça, certamente, será acionada para punir quem tiver cometido algum ato danoso ao patrimônio público.

Obras do Finisa e de emendas federais correm risco em Mossoró

Pela primeira vez na história política e administrativa de Mossoró o Governo Federal precisa intervir para evitar que o caos se instale. E isso vai ocorrer a partir do decreto de Estado de Calamidade Financeira, instituído pelo prefeito Allyson Bezerra. Implica também dizer que a Prefeitura de Mossoró está sem condições de gerir os próprios recursos e perderá, em tese, quase R$ 200 milhões que ficaram em caixa, fruto do financiamento feito na gestão da prefeita Rosalba Ciarlini, além de emendas federais.

É isso que o prefeito Allyson Bezerra tem que explicar. A coletiva que ele realizou na segunda-feira foi para "encher linguiça". Não explicou coisa com coisa. Ele quer, a todo custo, dizer que sabe como iniciar a administração e quer culpar a sua antecessora pelo fiasco inicial.

Em Estado de Calamidade Financeira, nenhum aumento, reajuste, obra ou seja lá o que for e que envolva verba pública poderá ser feito. 

O blog torce, sinceramente, que o prefeito Allyson Bezerra saiba o que está fazendo. Caso contrário, um município perder quase R$ 200 milhões, de verdade, não é brincadeira.