Prefeitura Municipal de Assú

sexta-feira, 19 de abril de 2024

Assú recebe confirmação para instalação de unidade de gás natural liquefeito pela empresa GNL Link


A Prefeitura de Assú recebeu a confirmação de que a empresa GNL Link irá instalar uma unidade do empreendimento na cidade. Essa unidade converterá o gás do seu estado gasoso para sua forma líquida, o gás natural liquefeito (GNL), que pode ser transportado para áreas que não têm acesso ao gás natural, em um raio de até mil quilômetros.

Na manhã desta quinta-feira (18), o prefeito Gustavo Soares recebeu André Corrêa, gerente de negócios da empresa; Marcelo Rodrigues, presidente da empresa; e Ramires Santana, coordenadora regulatória.


Além de proporcionar acesso à uma fonte de energia mais limpa, o projeto promete gerar empregos, renda e movimentação financeira para a região. Previsto para entrar em operação em um ano, o empreendimento representa um marco significativo para o desenvolvimento econômico local e para a ampliação da infraestrutura energética da região.


"Com uma imensa satisfação dividimos com vocês a confirmação de mais um grande empreendimento para Assú. A parceria com a GNL Link é um passo significativo para o desenvolvimento econômico local. E, quando falamos em empreendimentos, falamos em empregos, renda e movimentação financeira para nossa região. Estamos ansiosos para ver os benefícios que essa iniciativa trará para a ampliação da infraestrutura energética local. Juntos, estamos construindo um futuro mais próspero para Assú”, destacou o prefeito Gustavo Soares.

Educação de Lajes visita Serra do Mel para reconhecimento de trabalho efetivo sobre inclusão


Nesta quinta-feira, 18, uma equipe representativa da Secretaria de Educação da cidade de Lajes realizou visita técnica à Secretaria de Educação de Serra do Mel, com o objetivo de reconhecer e aprender com o trabalho efetivo sobre inclusão que vem sendo desenvolvido no município.

O encontro contou com a presença do Secretário de Educação de Lajes, Raimundo Manoel, acompanhado por sua equipe, composta pelo gestor da educação especial, Gledson, e pelas psicólogas Bruna, Deyse e Raquel, além da assistente social Larissa. Representando a secretária Milane Azevedo, estava presente a professora Valéria Kellen.


Durante a reunião, foram realizadas trocas de experiências e aprendizados entre os representantes dos dois municípios, com o intuito de compartilhar práticas bem-sucedidas e possibilitar que outros locais possam seguir o exemplo de Lajes e Serra do Mel em relação à inclusão.


O secretário Raimundo expressou sua satisfação em participar do encontro e destacou a importância do trabalho colaborativo entre os municípios para promover uma educação inclusiva e de qualidade para todos os alunos.


Por sua vez, a professora Valéria Kellen, ressaltou a receptividade da equipe de Lajes e agradeceu pela iniciativa de buscar conhecimento e inspiração para fortalecer ainda mais as ações inclusivas em seus respectivos municípios.


"Essa visita técnica demonstra o compromisso das duas cidades em promover uma educação inclusiva e acessível, buscando sempre aprimorar suas práticas e proporcionar oportunidade”, disse a professora Valéria.

Parceria entre Prefeitura de Assú e Defensoria Pública fortalece proteção dos direitos e acesso à justiça


A Prefeitura de Assú, por meio da Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Cidadania e Habitação, está colaborando estreitamente com a Defensoria Pública para implementar ações conjuntas em benefício da comunidade.

A Secretária Kátia Soares destaca que essa parceria fortalece nossa capacidade de proteger os direitos daqueles que mais precisam de assistência.


Com a participação do defensor Luiz Gustavo de Moura, a reunião de planejamento representa um passo crucial para assegurar que todos os cidadãos tenham acesso justo à justiça e aos serviços de proteção social.


A Defensoria Pública atua como um instrumento para garantir que todos tenham acesso igualitário à justiça, independentemente de sua situação econômica.

 

Vereador de Tibau levanta suspeitas sobre aplicação de recursos municipais

Na última quarta-feira, dia 17, durante a sessão da Câmara Municipal de Tibau, o vereador João Marques de Souza, "João de Edgar" trouxe à tona uma questão que tem levantado suspeitas sobre a aplicação dos recursos do município.

De acordo com levantamento realizado pelo vereador e exposto na Câmara Municipal, o município de Tibau recebe mensalmente um total de R$ 8 milhões. Nos últimos 40 meses, esse montante total é de R$ 320 milhões que entraram nos cofres da Prefeitura de Tibau.

"Digamos que entre todos os gastos do município, incluindo a folha de pagamento dos funcionários e todas as demais despesas, a gestão tenha utilizado R$ 150 milhões, o que já é um valor considerável, ao longo desses 40 meses. A questão que se coloca é: onde foram parar os outros R$ 170 milhões?", questionou o vereador durante sua fala.

Essas revelações trazem à tona importantes questionamentos sobre a transparência e a gestão dos recursos públicos em Tibau, levantando a necessidade de uma investigação mais aprofundada para esclarecer o destino desses recursos e garantir a prestação de contas à população.

terça-feira, 16 de abril de 2024

Secretaria de Assistência Social inicia curso de bolos


A Prefeitura Municipal de Assú, através da Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Cidadania e Habitação, iniciou hoje, dia 15, o curso de bolos, bolo de pote e brownie totalmente gratuito.

O Projeto RN Capacita é uma iniciativa do Estado fortalecida através da parceria junto à secretária Kátia Soares, visando capacitar 30 alunos para o mercado de trabalho.


O lançamento do curso é um marco significativo. Essa formação não apenas aprimora habilidades culinárias, mas também oferece oportunidades profissionais.


Os alunos aprenderão a criar delícias irresistíveis, e isso pode abrir portas para empreendedorismo, emprego em confeitarias ou até mesmo vendas independentes. Afinal, quem resiste a um bolo no pote ou a um brownie bem feito?

Omar Nogueira relata dificuldades de mossoroenses em conseguir atendimento na saúde

Na sessão ordinária de hoje, 16, o vereador Omar Nogueira (PV) relatou dificuldades que, segundo o edil, alguns mossoroenses estão enfrentando quando buscam atendimentos na saúde.

De acordo com Omar, uma popular o procurou e relatou que precisou aguardar dois anos para ter atendimento fisioterápico em Mossoró. “Como o caso dela era urgente, não esperou, gastou 800 reais para ter as sessões de fisioterapia e após dois anos foi chamada para receber as sessões pelo município”, relatou o vereador, pontuando a dificuldade das pessoas mais carentes de ter que pagar pelos tratamentos.

Omar também falou sobre falta de medicamentos na Unidade Básica de Saúde Raimundo Clodovil, que de acordo com o parlamentar, precisou suspender os atendimentos durante 15 dias.

Na zona rural, Omar informou que o atendimento domiciliar não esta acontecendo na região do Polo Alagoinha e Maisa, pois os carros responsáveis por levar os profissionais estão em manutenção. “Carros no prego e a empresa que tem contrato de locação com o município está sem receber e está com dívida de quase dois milhões”, disse.

IPTU

Omar finalizou o pronunciamento protestando contra o aumento e forma como a cobrança do IPTU está sendo realizada em Mossoró. De acordo com o vereador, os valores dos impostos dobraram e a cobrança está sendo realizada por oficiais de justiça. “Além de tudo, o morador precisa pagar o advogado para negociar a dívida. Se a pessoa já está com dificuldade de pagar o imposto, imagina o advogado?”, questionou.

Assú se prepara para construção de viveiro em auxílio à reposição florestal


Assú deverá ganhar um novo viveiro municipal com atuação no que diz respeito à busca da atuação nas questões de reflorestamento.

Uma iniciativa desenvolvida entre a Prefeitura Municipal e a Organização Atitude Social e Ambiental (OASA) e que trará o aumento da cobertura vegetal com o objetivo de restaurar o bioma.


Nesse sentido, o prefeito Gustavo Soares recebeu hoje a presidente da Organização, Rose Anne Delgado, e a secretária do grupo Ivonete Barbosa.


Junto com a gestão municipal, estiveram secretários de pastas do meio ambiente, gabinete e eventos, e as vereadoras Delkiza Cavalcanti e Sônia da Pesca.


“Estamos trabalhando para conseguir todas as licenças e iniciarmos a implantação do viveiro. Um marco e avanço muito grande para as questões ambientais com reflorestamento e restauração do bioma”, destacou o prefeito.

Carmem Júlia cobra pagamento de emendas impositivas

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (16), a vereadora Carmem Júlia (MDB) voltou a cobrar o pagamento de emendas impositivas referentes aos anos de 2021 a 2024. 

As emendas impositivas são uma fatia do orçamento municipal, alocadas anualmente pelos parlamentares na Lei Orçamentária Anual (LOA). Segundo a parlamentar, até então, desde 2021, o repasse das emendas não tem sido feito pela gestão municipal. 

“Importante instituições, ONGs e equipamentos públicos não receberam as emendas, como a Liga de Estudos e Combate ao Câncer, por exemplo. Também há emendas destinadas ao município, para compra de aparelho de ultrassonografia e para as Unidades de Pronto Atendimento (UPA)”, exemplificou. 

Obras

Outro destaque no pronunciamento de Carmem Júlia foi o andamento das obras em Mossoró. Segundo a parlamentar, não adianta que a gestão municipal inicie várias construções, sem finalizar as obras que já estão em andamento. 

“Como acontece no PAM do Bom Jardim, com o tomógrafo encaixotado há dois anos, e a obra segue se arrastando. Assim como a Cobal, Vuco Vuco e tantas outras. Não adianta iniciar várias obras e não terminar”, observou. 

Ainda de acordo com a vereadora, enquanto o município anuncia construção de novas Unidades Básicas de Saúdes (UBS), as unidades já existentes sofrem com falta de equipamentos, medicamentos e profissionais.

“Não adianta só construir um equipamento, tem que colocar pra funcionar, e funcionar a contento. Que atenda a população daquela região. Faço aqui essa cobrança para que a população abra os olhos. São muitas obras que são iniciadas, mas o que adianta iniciar e não concluir?”, questionou. 

II Fórum Municipal da Sociedade Civil realiza encontro dia 30


O Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) realiza no próximo dia 30 de abril, às 8h30, no auditório da Secretaria de Assistência Social, o III Fórum do Conselho Municipal de Assistência Social para composição do CMAS.

Podem concorrer organizações da sociedade civil inscritas no Conselho, usuários e trabalhadores.


O CMAS é o órgão que reúne representantes do governo e da sociedade civil para discutir, estabelecer normas e fiscalizar a prestação de serviços socioassistenciais estatais e não estatais no Município.

Câmara de Mossoró aprova criação do Dia do Motoboy

Com 15 votos favoráveis, por unanimidade, o plenário da Câmara Municipal de Mossoró aprovou hoje (16) o Projeto de Lei 24/2024, que institui o Dia Municipal do Motoboy, a ser comemorado anualmente em 27 de julho em Mossoró.

A proposta é de autoria do vereador Didi de Arnor (União Brasil) e também insere a data no calendário oficial de eventos do município.

Segundo o parlamentar, o projeto objetiva valorizar a categoria de motoboys (motociclistas que transportam e efetuam entregas e coletas rápidas).

“São profissionais que cumprem longas jornadas de trabalho para ter um rendimento maior, e que muitas vezes sofrem com estereótipos pela falta de informação e reflexão sobre o perfil desses trabalhadores”, diz Didi de Arnor.

O vereador agradeceu o plenário pela aprovação do projeto, que segue ao Poder Executivo para sanção. “É um justo reconhecimento aos motoboys”, frisa. 

domingo, 14 de abril de 2024

Prefeitura recebe duas novas retroescavadeiras para fortalecimento da agricultura local


Na sexta-feira (12), a Prefeitura do Assú, através da Secretaria de Agricultura, recebeu duas novas retroescavadeiras para utilização na agricultura familiar da cidade. A ação faz parte da complementação de frota da agricultura assuense, que já receberam outras máquinas como carro pipa, patrol e tratores.

Esta é mais uma etapa de um convênio entre a Prefeitura do Assú e o Ministério da Agricultura. O convênio foi realizado através de articulações entre a gestão do prefeito Gustavo Soares, o deputado estadual George Soares, e o deputado Federal João Maia.


Com as novas aquisições, ganha a produção agrícola municipal com melhorias na produção, melhoramento de estradas, aumento no número de corte de terra, entre outros.

sábado, 13 de abril de 2024

Dia D de Vacinação contra a Influenza acontece neste sábado


Assú está recebendo, neste sábado (13), até às 17h, o Dia D de Vacinação contra a Influenza.

É muito importante que todos os grupos prioritários se vacinem e se protejam contra a gripe. Esta é uma campanha nacional de proteção contra o vírus que; no Assú, abrange todas as UBS da Zona Urbana, com exceção da unidade da UBS de Lagoa do Ferreiro, que irá funcionar dentro da UBS do Bela Vista. Na Zona Rural, as UBS's serão a de Linda Flor e Nova Esperança.


O público-alvo é composto por crianças de 6 meses até 5 anos 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas, idosos, trabalhador da saúde, indígenas, pessoas com doenças crônicas, imunossuprimidos, professores, policiais, bombeiros e pessoas com deficiência.


A vacinação é a forma mais eficaz de prevenir a gripe e proteger as pessoas com maior risco de desenvolver complicações. A vacina é segura, evita casos graves e óbitos por gripe.

sexta-feira, 12 de abril de 2024

Justiça garante cirurgia de R$ 394 mil para paciente assistido pela DPERN

O Poder Judiciário do Estado acatou o pedido de tutela de urgência da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPERN) para que seja realizada uma cirurgia cardíaca de emergência em um paciente de 17 anos de idade, que se encontra internado em uma unidade de terapia intensiva (UTI). A ação foi movida pela 1ª Defensoria Pública de Caicó, determinando-se, em sede liminar, a realização do procedimento em 48 horas pelas secretarias de saúde estadual e municipal, sob pena de bloqueio direto do valor de mais de R$394 mil reais nas contas bancárias dos entes públicos demandados. 

De acordo com o documento apresentado na ação, o adolescente é portador de Atresia Pulmonar com CIV e Insuficiência do tubo em posição pulmonar e, em decorrência de seu diagnóstico, precisa se submeter a um implante percutâneo de válvula pulmonar. Porém, o tratamento não é listado no Sistema Único de Saúde (SUS) e o garoto não possui condições financeiras de arcar com os gastos do procedimento. 

A DPERN argumentou em seu escrito que a Lei Orgânica da Saúde (8080/90) diz que “A saúde é um direito fundamental do ser humano, devendo o Estado prover as condições indispensáveis ao seu pleno exercício” e que “O dever do Estado de garantir a saúde consiste na formulação e execução de políticas econômicas e sociais que visem à redução de riscos de doenças e de outros agravos e no estabelecimento de condições que assegurem acesso universal e igualitário às ações e aos serviços para a sua promoção, proteção e recuperação”

Solicitado o bloqueio dos valores pela Defensoria Pública na última segunda-feira, 08 de abril, em razão do descumprimento do prazo fixado, aguarda-se nova decisão judicial para concretizar o procedimento cirúrgico em questão. 

Prefeitura do Assú e CDL reforçam parceria para desenvolvimento de ações e fortalecimento da economia local


As parcerias público/privada desenvolvidas pela Prefeitura de Assú trazem projetos e ações de grande importância e desenvolvimento comunitário. Por isso, nesta sexta-feira (12), o prefeito Gustavo Soares esteve reunido com o presidente da CDL Assú, Sérgio Rodrigues.

Na ocasião, os gestores trataram sobre o apoio da Prefeitura frente aos empréstimos concedidos a empreendedores individuais através na Agência de Fomento (AGN).

Outro tópico discutido entre as partes foi o fortalecimento da parceria para a realização da Fenavale, Feira de Negócios do Assú e do Vale, que está prevista para acontecer no final de setembro de 2024.

Deputados querem união da classe política para resolver problemas do RN

A dificuldade em se conseguir a união da classe política potiguar foi a pauta dos pronunciamentos durante o horário dos deputados, na sessão desta quinta-feira (11) da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Para os parlamentares, o Estado tem ficado para trás em relação aos vizinhos Pernambuco e Paraíba, justamente pela desunião que existiria entre seus representantes na hora de se buscar melhorias para a população.

O primeiro a se manifestar foi o deputado estadual Dr. Bernardo (PSDB), que relatou ter feito uma viagem até o interior de Pernambuco, passando também por estradas da Paraíba. “Fiquei muito feliz com o que vi nos dois estados, muitas máquinas trabalhando, estradas sendo duplicadas, e aqui a nossa BR-304 com tanta dificuldade. É preciso união. Não basta falar em projeto executivo, tem que buscar recursos. Na PB e PE as coisas estão acontecendo e estamos atrasados”, disse. 

Dr. Bernardo relatou que estas ações são causas “suprapartidárias” e que merecem a união de toda a classe política. “É preciso fazer a convocação para todos os deputados estaduais e federais, senadores, a governadora. Não há reunião do presidente Lula com nossos representantes, nossa bancada. E nós precisamos discutir temas onde o RN precisa avançar, em especial a BR 304”. 

O deputado estadual José Dias (PSDB) também concordou com a cobrança feita por Dr. Bernardo, acrescentando que todos os políticos foram eleitos prometendo representar os interesses dos eleitores. “É necessária sim a união das forças políticas. A responsabilidade principal é da governadora, mas todos temos nosso dever. Temos que nos unir para resolvermos esses problemas”, afirmou.

José Dias ainda abordou o atraso no pagamento das emendas parlamentares e demonstrou preocupação quanto ao destino dos recursos que estão sendo arrecadados no Estado. “RN tem recebido chuva de dinheiro e não se sabe para onde vai. Estão dilapidando, estão jogando fora. Não há explicação. Atraso das emendas é uma responsabilidade administrativa e penal. Constituição manda pagar, não pagando é crime de responsabilidade”, acrescentou. 

Prefeito Gustavo Soares celebra aniversário com Missa em Ação de Graças no Assú


A Igreja Matriz de São João Batista, no Assú, recebeu na tarde desta quinta-feira (11) a missa em ação de graças pelo aniversário do prefeito Gustavo Soares nos seus 47 anos.

Um momento de fé e gratidão pela vida celebrado pelos padres Carlos Italo e Manoel Henrique e que reuniu familiares, amigos secretários, vereadores, servidores do município e fiéis da paróquia.

“Eu agradeço a Deus poder celebrar mais um ano de vida ao lado de pessoas que amo e que me amam, que me querem bem e me desejam coisas boas. Nada melhor que agradecer a Deus na sua casa, orando e celebrando o dom de viver. A gratidão move o homem e nos leva a caminhos grandiosos. Eu sou grato a Deus pela missão que me foi dada, por ter condições e saúde para cumpri-la até o fim e hoje o meu presente é ver o povo do Assú feliz”, destacou o prefeito.

Caern divulga balanço 2023 e apresenta lucro de R$ 63 milhões

Mantendo a tendência de bons resultados nos balanços dos últimos anos, a Caern apresentou em 2023 um lucro líquido de R$ 63,102 milhões, número que traduz aumento expressivo em relação ao ano anterior, quando o lucro foi de R$ 12 milhões. É o melhor desempenho dos últimos anos e anima a companhia nos seus planos de investimento maciço em obras de saneamento.

Os principais números mostram: A receita operacional líquida de serviços de água e esgoto alcançou R$ 986,626 milhões, um aumento significativo de 25% em relação aos R$ 788,342 milhões registrados em 2022. O resultado foi conseguido através da adoção de medidas que possibilitaram um incremento na receita líquida, traduzido nesse aumento de R$ 198,284 milhões em relação ao ano de 2022, fruto do reequilíbrio econômico-financeiro e melhora na capacidade operacional da companhia.

“É um resultado histórico”, comentou o diretor presidente da Caern, Roberto Sérgio Linhares. “É o quinto bom resultado seguido, com a Caern dando lucro e o mais importante, sem ressalvas pela auditoria externa/independente. No entanto, mesmo com o entusiasmo que comemoramos tal resultado, é um lucro cujo montante não é nem próximo do que é necessário para os investimentos que a companhia precisa fazer para a universalização da água e esgoto no RN. Por sua vez, o ponto positivo é que todo lucro gerado pela companhia é reinvestido nesse objetivo da universalização”.

Ele se refere ao momento que a Caern vive no cenário do saneamento básico brasileiro. Todos os esforços são no objetivo de cumprir o que preconiza o Marco Legal do Saneamento, que no caso do Rio Grande do Norte estabelece metas de cobertura a serem atingidas em abastecimento de água e esgotamento sanitário até 2033. “Então é trabalhar nessa linha, buscar a universalização, gerar resultados positivos e agregar para que se busque realmente cumprir com as metas, reforçando que precisamos do braço operacional e financeiro do setor privado para cumprimos essas metas”, acrescentou.

 

BOM CAMINHO

De acordo com o Relatório Integrado de Gestão 2023, a companhia marcou índices positivos em diversos setores. O destaque é o quesito investimentos em obras, onde foram aplicados R$ 144 milhões, sendo que somente R$ 20 milhões foram provenientes de convênios, a maior parte sendo de recursos próprios. Na renovação de ativos (substituição e manutenção de equipamentos), foram investidos R$ 35 milhões em 2023.

Atualmente, a Caern está executando obras em todo o Rio Grande do Norte, perfazendo um total de investimentos que passa de R$ 1 bilhão. No ano passado, entre os principais investimentos em abastecimento de água, destacam-se a ampliação do Sistema de Abastecimento de Água de Mossoró, no valor de R$ 15 milhões, a Adutora Pau dos Ferros, de R$ 3,8 milhões, e os sistemas de Parnamirim e Caraúbas, onde foram investidos respectivamente R$ 1,5 e R$ 1,2 milhão. Entre os investimentos em esgotamento sanitário, destacam-se R$ 12 milhões em Parelhas, R$ 16 milhões em Parnamirim, R$ 11 milhões em Caicó e R$ 48 milhões em Natal.

Para 2024, está prevista a conclusão de 11 obras de infraestrutura, sendo uma delas a Estação de Tratamento de Esgotos Jaguaribe, na Zona Norte de Natal, que terá o seu primeiro módulo entrando em operação até o final do ano. 

A companhia se prepara para os desafios futuros, com investimentos crescentes, e para isso se ampara nos bons índices de desempenho que vem apresentando e o reconhecimento de sua capacidade operacional e econômico-financeira. Em 2023, a Caern manteve a nota de risco A+, concedida pela agência Fitch Ratings, refletindo a confiança do mercado em sua gestão e estabilidade financeira.

 

A íntegra do balanço 2023 pode ser acessado por Portal de Transparência no site da Caern, no endereço:  https://arquivos-transparencia.caern.com.br/index.php/s/OUb6QbzywOcNeAe?path=%2FANO%202023#pdfviewer

Prefeitura entrega mais Cordões de Girassol para identificação de deficiências ocultas e passe livre


Mais uma etapa dos projetos Cordão de Girassol e Passe Livre intermunicipal/interestadual foi realizada nesta sexta-feira (12), no Assú.

Uma iniciativa da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Assistência Social, que entregou hoje mais 165 cordões, que são fitas de identificação de pessoas com deficiências ocultas ou que não podem ser identificadas de imediato.

Já o passe livre foi entregue hoje mais 28 intermunicipais e 32 interestaduais que dão a oportunidade a público-alvo específico de se deslocar de forma gratuita.

quarta-feira, 10 de abril de 2024

Assú recebe maior complexo de geração de energia solar do Rio Grande do Norte


Assú recebeu hoje a inauguração da usina fotovoltaica do Mendubim, da empresa Scatec Solar. Um dos maiores investimentos já instalados na cidade do Assú nos últimos anos e que é o maior empreendimento do ramo no Rio Grande do Norte.


A usina terá capacidade de geração de 531 megawatts (MW), é a sexta maior usina solar do país, tem capacidade para fornecer energia para mais de 620 mil residências e recebeu um investimento de R$ 2 bilhões. Estiveram presentes na inauguração o prefeito Gustavo Soares, o deputado George Soares, a governadora Fátima Bezerra, o vice-governador Walter Alves, diretoria da empresa Scatec, vereadores e comunidade em geral.


"Estamos orgulhosos em Assú receber um empreendimento deste tamanho, que trouxe, muito antes da sua inauguração, uma movimentação econômica e financeira muito grande para a cidade. Assú está preparada e qualificada para receber a Scatec, estamos a cada mais qualificando mão de obra, investindo e crescendo em conjunto", destacou o prefeito Gustavo Soares.


“Mendubim já possuía boa parte de sua energia vendida em um contrato de longo prazo, o que possibilitou o seu financiamento”, ressaltou Deborah Canongia, vice-presidente LATAM de novos negócios do empreendimento.


Segundo Deborah, o contrato de compra e venda de energia (PPA) cobre aproximadamente 60% da produção prevista de Mendubim. A capacidade restante da usina será comercializada no mercado livre de energia brasileiro. Segundo ela, esse mix, que reúne o PPA e a comercialização para o Mercado Livre, permitirá ao empreendimento um retorno financeiro seguro e atraente.


terça-feira, 9 de abril de 2024

Um asfalto que deve ser questionado

Mossoró é, definitivamente, um caso a ser estudado. Não bastasse a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte tentar perpetuar o estigma megalomaníaco, agora ganha espaço uma teoria que, desde tempos mais remotos, existe e que, por ter bom efeito de marketing, é trazido à tona para que haja o que se chama de "aplauso popular" em uma ação que, definitivamente, não precisava. Fala-se aqui da ação que está sendo feita na Avenida Presidente Dutra, uma das principais da cidade, que recebe nova camada de asfalto. Diga-se de passagem, não precisava disso.

E a nova camada de asfalto está sendo colocada por um motivo em específico: garante visibilidade a quem está na Prefeitura e, por tabela, cai em evidência em ano eleitoral. Ocorre que existem áreas onde o asfalto que é colocado, repita-se, em local que não precisava, faz falta. Parece até que o prefeito mossoroense não circula pela periferia ou não está atento ao clamor de quem mora longe da Avenida Presidente Dutra.

Aliás, é bom que se diga que as obras de largo alcance publicitário ocorrem em áreas que garantem boa visibilidade política para o prefeito. O Centro que o diga. Mas a mesma atenção não ocorre na periferia: Santo Antônio, Boa Vista, Barrocas, Paredões, Sumaré, Alto das Brisas, Rincão, Parque Universitário, Vingt Rosado, Santa Delmira e vários outros estão praticamente abandonados.

Ali a única certeza que se tem diz respeito à lama, buraco e a cobrança do IPTU. Frise-se quem quem deveria sair em defesa do cidadão que é periférico fica, claro, fazendo coro às ações do Mossoró Realiza e esquece o restante da cidade. Claro que não se diz aqui que as ações em áreas centrais não sejam realizadas. Mas é que, como já se explicitou, outros setores estão em situação de perigo mesmo.