Prefeitura Municipal de Assú

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2024

Prefeitura de Tibau investe fortemente no carnaval: gastos exorbitantes e empréstimo milionário


Ontem (08/02) o blog divulgou os cachês de algumas bandas que animarão o período momesco no município de Tibau (veja aqui), e hoje trazemos informações igualmente impressionantes sobre os custos de um trio elétrico para os dias de folia, de sábado a terça-feira.

A Prefeitura de Tibau surpreende ao desembolsar a quantia exorbitante de R$ 390 mil apenas com o aluguel do trio elétrico, o que se traduz em uma diária de R$ 97.500,00, para um percurso de meros 2 quilômetros.

Uma curiosidade notável é que, embora não seja ilegal, a Prefeitura de Tibau optou por pegar carona na Ata de Registro de Preço nº 03/2024, da Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Mossoró, para contratação.

Mas o que verdadeiramente chama a atenção é o montante destinado a atrações musicai

A Prefeitura de Tibau desembolsará a quantia impressionante de R$ 300 mil para a empresa Saia Rodada Promoções Artísticas Ltda, em virtude da apresentação do cantor Raí Saia Rodada.

No entanto, os gastos não param por aí. A empresa ICZ Gravações, Participações e Entretenimento Ltda também será beneficiada com um pagamento de R$ 170 mil pela apresentação de Zé Cantor.

E ainda há mais: a empresa Andrade, Andrade Editora Comércio e Serviços Ltda será remunerada com a quantia de R$ 210 mil pela apresentação do artista Netinho.



E mais uma vez a diferença desproporcional entre Tibau e Apodi: João Neto Pegadão, com sede em Mossoró, se apresentará no carnaval de Tibau por R$ 30 mil enquanto que sua apresentação em Apodi será pela metade do valor, ou seja, R$ 15 mil.

De fato, é inquestionável que os recursos da Prefeitura de Tibau estão sendo direcionados para sustentar um carnaval de proporções grandiosas. A prefeita Lidiane Marques, ao que parece, não se contenta apenas em patrocinar uma festa extravagante; ela também optou por comprometer ainda mais as finanças municipais ao contrair um empréstimo de R$ 30 milhões no FINISA, colocando o município em uma situação financeira delicada.

Os gastos extravagantes e o empréstimo significativo levantam questionamentos sobre a gestão dos recursos públicos e a priorização dos investimentos municipais em meio a um cenário de desafios econômicos e sociais.

Nenhum comentário: