quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Parceria é a palavra de ordem para prefeitos

A palavra de ordem para os novos prefeitos é parceria. O convite da presidente Dilma Rousseff (PT) endereçado aos prefeitos brasileiros evidencia bem essa afirmação. Até porque qualquer crise que possa afetar o Governo Federal começa, necessariamente, nos municípios. Tal qual uma bola de neve.

Diante dessa realidade, a junção de esforços parece ser o caminho mais correto para os gestores.

No caso específico do Rio Grande do Norte, a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) sabe perfeitamente que precisa firmar parcerias com as Prefeituras Municipais. Com mais afinco em relação aos municípios de pequeno porte. No Oeste, por exemplo, o blog cita Tibau e Grossos. São cidades praianas, com potencial turístico considerável, mas que sozinhas não têm condições de desenvolverem grandes ações.

Rosalba já disse que não fará distinção política. No caso de Tibau, o prefeito Naldinho, que é do PSD - do vice-governador Robinson Faria - deve correr atrás. Não tem que esperar o apoio aparecer. Já em Grossos, onde o prefeito José Maurício Filho é do PMDB - aliado, portanto, da governadora - a situação, em tese, se mostra mais confortável. Mas o peemedebista também deve procurar o suporte do Governo para concretizar grandes ações.

É sabido que as Prefeituras Municipais, por mais boas intenções que tenham seus prefeitos, não têm como arcar com tudo sozinhas. As obrigações são enormes e a Justiça está cada vez mais atenta às imperfeições administrativas que possam surgir. Tem a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e os servidores estão, também, cada vez mais conscientes de seus direitos. Tanto que sindicatos estão sendo organizados em Grossos e Tibau, bem como em diversas cidades do Oeste.

Os prefeitos devem aproveitar a boa fase que virá para o Governo do Estado com o projeto RN Sustentável, para o qual a governadora Rosalba Ciarlini anuncia investimento na ordem de R$ 1 bilhão. Portanto, prefeitos, é hora de correr atrás do governo, apresentar projetos e garantir desenvolvimento aos seus municípios. Ganham pontos e pavimentam caminho para posterior reeleição. É só querer.

Nenhum comentário: