quinta-feira, 17 de julho de 2014

2016 já está em jogo

Na largada ao Governo do Estado, o candidato do PMDB - Henrique Eduardo Alves - tem levado a melhor sobre seu adversário mais direto, o vice-governador Robinson Faria (PSD). Contudo, o pessedista espera "dar o troco" em Mossoró. Henrique quer unir água e óleo em Pau dos Ferros, onde os grupos do deputado estadual Getúlio Rego (DEM) e do ex-prefeito Nilton Figueiredo (PMDB) resolveram testar o "cachimbo da paz" em nome da aliança DEM/PMDB. E o troco de Robinson ainda depende da posição da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), que foi derrotada pelo senador José Agripino na convenção democrata.

Hoje Robinson lança sua campanha em Mossoró. O prefeito daqui, Silveira Júnior, é do PSB. E a responsabilidade dele é grande. Tem a obrigação de "fazer bonito", já que optou por se "entrar de cabeça" no projeto de Robinson. Silveira sabe que precisa que o seu candidato ao Governo do Estado seja bem votado na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. E é o seu grande teste. O teste que o colocará, ou não, no eixo central das eleições de 2016. Tudo está em jogo.

Silveira sabe que se Henrique Eduardo Alves for eleito governador, o PMDB - inevitavelmente, terá candidato a prefeito em 2016. Hoje PSD e PMDB estão distantes, mas pode haver aproximação em caso de vitória de Robinson Faria. E, se Henrique levar a melhor, o PSB também perde. E já se vislumbra chapa PMDB/DEM. Embora o PSB esteja, desde agora, trabalhando para repetir a chapa apresentada nas eleições suplementares em Mossoró: Larissa Rosado/Alex Moacir. Tudo depende do que as urnas dirão este ano.

A futurologia é arma central da especulação política. E, em caso de vitória de Henrique Alves, e se Rosalba apoiar Robinson Faria, a tendência seria a hoje governadora sair candidata a prefeita em 2016? Necessariamente, não. O alvo de Rosalba é outro. O objetivo, idem. Certamente ela deverá "respeitar"o direito de reeleição de Silveira e indicar seu companheiro de chapa. Neste caso, poderia vir do PP, hoje comandado pelo deputado federal Betinho Rosado no Rio Grande do Norte.

Assim acontecendo, o PT, que hoje tem Luiz Carlos como vice-prefeito, terá que se desdobrar para se manter em evidência.

Nenhum comentário: