segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Qual tática Fátima adotará?

Segundo turno definido no RN. Tudo zerado. Agora é ver quem vai avançar. Será que Fátima Bezerra (PT) tem condições de ir além do que esteve neste primeiro turno que acabou? Ou o seu projeto não vingará.

Contra ela existe o fator Bolsonaro, que já afirmou que onde houver governador adversário não haverá investimento. Em suma, se Bolsonaro for eleito e Fátima igualmente eleita, o Rio Grande do Norte suba e desça e de verbas federais se esqueça.

Aliás, este segundo turno será jogado e vencido por quem melhor apresentar proposta que satisfaça a divisão que se criou no Brasil. Dois extremos. E no RN não seria diferente.

Fátima terá que se desdobrar para, efetivamente, apresentar proposta consistente que possa beneficiar cidadão. Ela perdeu tempo danado na campanha que passou ao falar em "lula livre". Agora ela sabe que esta tática não funciona. Tivesse vingado, estaria eleita. Mas não foi, o que significa que é hora de adotar outra postura.

Nenhum comentário: