quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

Allyson coloca educadores físicos na lista de prioridades

O Ministério Público quer que a Prefeitura de Mossoró explique por quais motivos inseriu profissionais da Educação Física na categoria de prioritários a receber a vacina contra a Covid-19. Embora, tecnicamente falando, a área tem ligação com a saúde, e por mais que não se tenha nenhuma especificação direta sobre a não-inserção dos educadores físicos na lista de prioridades, estes profissionais não se encaixariam na famosa linha de frente que mereça ser vacinada antes.

A decisão do prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade) gerou revolta nas redes sociais, bem como dividiu opiniões. É que como a rede pública municipal de ensino está sem aulas presenciais e como os educadores físicos que estão atuando são da iniciativa privada, entende-se que houve direcionamento que é visto como equivocado por parte da Prefeitura de Mossoró.

Não que os educadores físicos não mereçam ser vacinados. Tampouco que não se deva atender profissionais que atuam na esfera privada. Mas o certo é que o Ministério Público quer explicações.

Nenhum comentário: