sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Reitor pró-tempore do IFRN busca novos Campi e parceria

O mais novo Campus do IFRN está ganhando formas e dimensões. Aliás, as obras estão avançadas. Localizado no município de Jucurutu, o Campus tem previsão de ser inaugurado em março do ano que vem. Foi o que informou o reitor pró-tempore Josué de Oliveira Moreira ao blog. Segundo ele, as previsões foram repassadas pela empresa responsável pelos serviços. Caso a data se confirme, disse que o presidente Jair Bolsonaro virá ao Rio Grande do Norte para fazer a entrega de mais uma unidade de ensino tecnológico e superior.

O reitor pró-tempore acompanhou a visita do presidente Jair Bolsonaro a Mossoró nesta sexta-feira, 21/08. Especulou-se que ele teria discutido a construção de mais um Campus do IFRN em Mossoró. Para Josué Moreira, a vinda do presidente, obviamente, levanta este tipo de possibilidade. Ainda mais quando a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, realmente, necessita de mais uma unidade.

Ele frisou, contudo, que conversou com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, sobre a possibilidade de se pensar em um Campus voltado para o setor. "Ela ficou interessada, pois conhece a potencialidade da nossa região", comentou. "Luto para que Mossoró seja contemplada por mais um Campus", afirmou. A vinda de Bolsonaro a Mossoró é algo positivo nesse projeto social de mais uma unidade do IFRN.

O reitor pró-tempore disse ainda que já agendou algumas audiências em Brasília para tratar de assuntos relacionados ao IFRN e disse que, dentre temas que serão discutidos, um se destaca: "pesca é outra potencialidade da agricultura."  Josué Moreira deixou claro que sua ideia é intensificar por algo nesse sentido, de unir a necessidade que Mossoró precisa e envolver as potencialidades da região.


Ufersa e projeto
Ainda nesta sexta-feira o presidente Jair Bolsonaro confirmou que a professora Ludmila Oliveira foi nomeada como reitora da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa). Ela ficou na terceia posição da lista tríplice encaminhada para a escolha presidencial.

Sobre a ascensão de Ludmila à Reitoria da Ufersa, Josué Moreira analisou que o Rio Grande do Norte nunca esteve tão bem representado com o novo governo em tão pouco tempo. "Dois ministros e dois reitores", comentou.

E o reitor pró-tempore do IFRN já disse que pretende desenvolver projeto em parceria com a Ufersa, agora comandada pela professora Ludmila Oliveira. Trata-se de um projeto de um projeto que prevê inclusão social dos apenados da Penitenciária Federal e que possibilitará cursos técnicos e superiores em parceria envolvendo o IFRN e a Ufersa. "Esse projeto pode ser modelo para todo o Brasil, pois existem campus do IF's nas cinco cidades onde se encontram as Penitenciárias Federais. Seria um modelo para as penitenciárias estaduais", disse.





Nenhum comentário: