segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Cláudia Regina e Rosalba, o embate que pode acontecer

 Para quem acompanha o cenário político mossoroense, a disputa que deveria ser concretizada nas eleições deste ano em Mossoró deveria ser entre a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e a ex-prefeita Cláudia Regina (Democratas). As duas já foram aliadas no passado, mas o reflexo do pleito de 2012, que culminou com a cassação do mandato de Cláudia, direcionou as duas para lados opostos.

É um cenário que não pode ser totalmente descartado. Óbvio que todos os pré-candidatos de oposição - especificamente os que têm maior projeção política - estão se movimentando: Cláudia Regina, Isolda Dantas (PT) e Allyson Bezerra (Solidariedade). Destes, um deverá ser indicado como cabeça de chapa. É o que se espera. Logicamente que todos trabalham com pesquisas para decidirem quem será o nome. 

Cá da parte do blog, um debate entre Isolda e Rosalba, por exemplo, seria mais do mesmo. E, venhamos e convenhamos, Cláudia e Rosalba têm muito a dizer. Uma a outra e também aos eleitores.

Cláudia Regina foi cassada em virtude de 13 ações judiciais eleitorais. Em todos ou quase todos os processos a figura de Rosalba esteve presente, direta ou indiretamente. Cláudia tem dito que ela, em si, não cometeu nenhuma infração que pudesse culminar com a perda de seu mandato. Então ela estaria dizendo, por exemplo, que quem tirou seu mandato, por tabela, foi Rosalba?

Percebem que um embate entre as duas seria, ao ver do blog, interessante?

Claro que é só uma conjectura. Os nomes ainda não estão definidos, embora postos. Falta, ainda, o principal, que é a viabilidade política.

E, desse modo, fica, ainda, a pergunta: pode DEM e PT formarem chapa? Ou DEM e Solidariedade? Ou PT e Solidariedade?

A resposta parece ser óbvia. Até demais: claro que pode. Basta que haja entendimento. Para isso que todos os pré-candidatos e pré-candidatas estão na famosa luta. na batalha por conquistas de novos espaços e apoios. Este momento é imprescindível para a definição que se aproxima.

Nenhum comentário: