quarta-feira, 15 de julho de 2020

Cláudia Regina altera cenário eleitoral de Mossoró

A lei é clara: prazo de oito anos de inelegibilidade. Portanto, a ex-prefeita Cláudia Regina (DEM) poderá ser candidata nas eleições deste ano. É que em outubro ela fica elegível, e como as eleições ocorrerão em 15 de novembro, ela, em tese, estaria apta a ser votada. Até porque o entendimento de alguns é de que a punição acerca da inelegibilidade não fala em duas eleições. Caso fosse assim discriminado, Cláudia estaria totalmente fora da disputa.

Cláudia Regina se movimenta nas redes sociais e externa claramente que seu interesse é a Prefeitura de Mossoró. Ela deverá buscar a função pública para continuar um projeto que foi interrompido em 2013. Eleita em 2012, Cláudia Regina ficou 11 meses como prefeita de Mossoró. Antes já havia sido vice-prefeita e vereadora. Em 2012 teve o apoio da então governadora Rosalba Ciarlini.

Caso Cláudia Regina entre na disputa pela Prefeitura de Mossoró, o cenário eleitoral sofre alteração. É que ela tem feito um trabalho voltado para um público que foge do eleitorado da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e da deputada estadual Isolda Dantas (PT).

E é preciso ser dito que a ex-prefeita Cláudia Regina é uma das poucas políticas que sabem utilizar as redes sociais. Como as eleições deste ano tendem a ser direcionadas para o mundo virtual, ela teria essa vantagem e obriga, de certa maneira, a equipe da prefeita Rosalba Ciarlini e da deputada estadual Isolda Dantas a repensarem suas estratégias.

Cláudia Regina deve ocupar a mídia mossoroense estes dias. E a pauta, obrigatoriamente, gira em torno da possibilidade de ela vir a disputar a Prefeitura de Mossoró.

Nenhum comentário: