sexta-feira, 4 de julho de 2014

Ô eleiçãozinha para não empolgar

Ô eleiçãozinha para não empolgar. Mal começou e, pelas pesquisas divulgadas, dá para perceber que os candidatos terão que fazer muito para chamar a atenção do eleitor. Principalmente os que disputam o Governo do Rio Grande do Norte. O que se viu na pré-campanha mostrou que o discurso deles não foi renovado. Agora todos surgem para "salvar".

O discurso de agora já foi lido no passado. Por todos. E, por esse fator, o eleitor pode estar "vacinado" contra palavras ditas ao vento.

Henrique Eduardo Alves (PMDB) já foi aliado de Wilma de Faria, seu adversário e agora é aliado novamente. Já foi adversário de Rosalba, aliado e agora é adversário. Robinson Faria (PSD) do mesmo jeito: era aliado do PMDB, chegou a ser o nome para compor chapa com Garibaldi Alves Filho (PMDB) em 2006. Foi dormir candidato a vice-governador e acordou mais aliado de Wilma do que nunca. Em 2010 foi adversário de Wilma e aliado da hoje governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Hoje é adversário de Rosalba.

Daí que qualquer discurso que seja dito agora não será novidade para nenhum.

Por quais motivos o eleitor vai acreditar em quem quer resolver tudo agora? Porque acreditar somente agora, quando tal candidato poderia ter ajudado antes e pouco fez? 

Percebem como a situação é delicada? Percebem como os candidatos com maior projeção estão, digamos, em "pé de igualdade" em seus discursos?

O que fará a diferença... Bom, isso a campanha dirá. Mas o blog entende que o tempo de rádio e TV será primordial para que tais candidatos consigam convencer o eleitor.

Além disso, tanto Henrique quanto Robinson terão muita dificuldade em conciliar problemas de ordem política em suas bases. Tem gente do DEM apoiando o PT. Tem gente do PSB apoiando o PSD. Tem gente do PROS apoiando PSD e por aí vai. São tantas adversidades que não caberiam em uma análise simplória como esta.

Por mais que PMDB e PSD queiram passar a ideia de que teria união em torno de seus nomes, tal constatação não se vê pelo interior do Rio Grande do Norte. A sola de sapato que se gastou na pré-campanha terá que ser bem mais consistente para enfrentar a peleja que começará a partir deste domingo.

Nenhum comentário: