sábado, 3 de maio de 2014

'Está chegando a hora...'

Logo mais o eleitor mossoroense vai ter que escolher dois números na urna eletrônica e apertar a tecla de confirma. Um a um, os pouco mais de 140 mil eleitores aptos, segundo a biometria. Uns afirmam que existem cinco candidatos. A Justiça Eleitoral mostra que são quatro. Assim, na dúvida sobre a validade de candidaturas ou de nomes, Mossoró vai ao seu destino neste domingo. Seja lá qual for o vencedor: Francisco José Júnior (PSD), Cinquentinha (PSOL), Josué Moreira (PSDC) ou Gutemberg Dias (PC do B), incluindo a deputada Larissa Rosado (PSB), que segue por conta e risco - o blog deseja sucesso. E que o eleito faça valer cada voto recebido e que honre o que foi assumido em praça pública.

E, em meio à celeuma criada devido ao afastamento e posterior cassação de Cláudia Regina (DEM) da Prefeitura de Mossoró, a cidade inteira se pergunta: o que danado realmente aconteceu?  Sobre isso tudo já foi dito. A história vai se encarregar de apontar o resultado disso tudo. Até porque se trata de capítulo inacabado da própria história. E, assim sendo, o blog não tem condições de prevê o futuro. E Mãe Dináh morreu...

Mas o bom disso tudo foi que serviu para sentir que Mossoró não dorme em serviço. Aqui a política segue 24 horas ao dia, sem intervalo ao almoço. Mal termina uma eleição e se começa a pensar na próxima. E não poderia ser diferente com a suplementar que ocorre neste domingo: já se discute quem ficará com quem em outubro.

Se a deputada estadual Larissa Rosado for a vitoriosa e não levar - já que seus votos só serão considerados válidos depois que o TSE afirmar que ela é elegível (até agora ela está inelegível até 2020), o PMDB terá acertado. É que o PMDB segue com a ideia de sair com o deputado federal Henrique Eduardo Alves como candidato ao Governo do Estado. E já tem quem diga que Henrique se ferrou ao pensar nisso, pois não se teria mais espaços para políticos oportunistas... Ah, mas o blog discorda e afirma categoricamente: e como tem. Aliás, só tem.

Bom, o titular deste espaço não vai aqui ficar de nhém, nhém, nhém e repetir o que já foi dito. Desejar boa sorte aos candidatos e que o eleitor decida com seriedade. Com honestidade. Com ética. Com paciência e parcimônia. Contudo, o blog também tem certeza de que o resultado da eleição deste domingo vai ser mais questionado do que o de 2012. Ânimos acirrados e com muita boataria em voga.

Nenhum comentário: