quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Alex reunirá advogados para saber o que deve ser feito

A decisão da juíza Ana Clarissa repercute em Mossoró. Ela, que cassou a prefeita Cláudia Regina (DEM) e o vice-prefeito Wellington Filho (PMDB) com base em suposto utilização da estrutura do Governo do Estado por parte da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) nas eleições passadas, já notificou a Câmara Municipal e determinou que o presidente da Casa seja empossado no cargo. A juíza, na sentença, determinou afastamento imediato da prefeita.

Ocorre que o presidente do Legislativo, Francisco José da Silveira Júnior (PSD), está fora do Brasil. E quem recebeu a notificação foi o vice-presidente da Casa, Alex Moacir (PMDB). O peemedebista, tão logo recebeu o comunicado da Justiça eleitoral, consultou a juíza sobre a situação e obteve como resposta que quem deve assumir a Prefeitura de Mossoró é quem estiver na presidência da Câmara Municipal. No caso, Alex.

O blog conversou ainda a pouco com Alex Moacir e ele se mostrou aflito com a situação. Até porque a assessoria jurídica da prefeita Cláudia Regina deu entrada com uma liminar no Tribunal Regional Eleitoral para que ela possa responder ao processo no cargo. "O cargo não pode ficar vago", disse Alex Moacir, acrescentando que agora a tarde reunirá a Procuradoria da Câmara para saber das providências que devem ser tomadas.

Caso a sua posse à Prefeitura seja imediata, ele já avisou que é preciso que o ato ocorra em sessão extraordinária e que é preciso, pelo Regimento Interno, prazo mínimo de 24 horas entre a convocação e a sessão. Caso seja preciso, a posse de Alex pode ser concretizada amanhã, quinta-feira.

O blog tentou obter informação da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mossoró sobre a agenda da prefeita Cláudia Regina. Mas não obteve resposta.

Nenhum comentário: