terça-feira, 6 de novembro de 2012

Em Grossos, cada palavra é um flash

Qualquer linha que se escreva sobre a situação política do prefeito eleito de Grossos se transforma em novela. O blog não questiona a eleição de José Maurício Filho (PMDB), o Mauricinho. Ele ganhou nas urnas, com maioria de 200 votos. É fato e louvável para quem substituiu o irmão, o ex-prefeito João Dehon da Silva (PMDB) nos momentos finais permitido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Mas entre ser eleito e tomar posse existe uma lacuna que pode ameaçar tal projeção.

É sabido por todos que o prefeito eleito de Grossos ainda não teve o registro de candidatura totalmente deferido pela Justiça Eleitoral. Também é fato que ele responde a acusação por suposta prática criminal (conforme consta no endereço eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral - www.tre-rn.jus.br) por transferência irregular de eleitores.

Desse último processo, ele estaria impedido de sair da cidade sem autorização judicial, bem como de participar de atos políticos. E é com base nessa premissa que a assessoria jurídica do segundo colocado nas eleições grossense, vereador Marcos Alexandre (PSB), atua na esfera judicial. Se logrará êxito, aí é outra história.

A priori, o prefeito de Grossos, diplomado e empossado, tende a ser Mauricinho. O peemedebista não está esperando a decisão da Justiça. Claro que se movimenta, e assim deveria realmente proceder, para tentar fazer valer a voz que veio das urnas. Se alcançará o objetivo, não se sabe.

O certo é que a indefinição eleitoral em Grossos reacendeu a chama da disputa política na cidade praiana e simpatizantes dos dois candidatos com maior projeção eleitoral se engalfinham nas redes sociais. Cada qual defendendo seus interesses e ponto de vista. O que é perfeitamente normal.

O blog só faz um pedido: não envolvam este espaço e nem o titular em picuinhas paroquianas. O eleitor fez sua opção, mas se existe algo a ser corrigido pela Justiça, que seja. Se não existir nada que impeça a diplomação e posse de Mauricinho, ele administrará a cidade e, entende-se, fará valer as propostas defendidas por seu irmão no decorrer da campanha passada.

Nenhum comentário: