quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Prefeitura de Grossos precisa apresentar explicações

Quando um município recebe recursos para realizar determina obra e esta não ocorre é sinal de que algo de errado ocorreu. É justamente esta explicação que falta em Grossos, onde o prefeito Veronilde Caetano (PSB) recebeu recursos superiores a R$ 300 mil para a duplicação da entrada da cidade e construção de um pórtico. A verba veio do Governo do Estado na época em que Wilma de Faria (PSB) estava no comando.

Foi feito o maior estardalhaço na cidade, com presença de engenheiros e representantes da empresa vencedora da licitação. Máquinas ‘rasgaram’ a rua principal, retirando parte do asfalto em alguns locais e deixando a terra vermelha de fora. Foi no começo do ano.
O curioso é que estamos em novembro e a tal obra não avançou. O que ficou foi um poeiral que prejudica moradores da área e até agora o prefeito não explicou os motivos da paralisação do serviço.
O mesmo ocorre com relação à construção de um canal de drenagem na Avenida Coronel Sólon. Verba acima dos R$ 100 mil. As peças roliças de concreto estão encostada no canteiro da avenida e nada da obra ser concluída.

Recentemente o município foi contemplado com uma emenda superior a R$ 300 mil para a construção de um ginásio poliesportivo. O curioso é que uma das paredes laterais está encostada com um tronco de carnaúba. Imagine aí se o serviço for concluído e não fizerem o devido reparo? E se a estrutura desabar sobre jovens?
Como se vê, a Prefeitura de Grossos precisa dar uma resposta á sociedade, pois a verba é pública e o cidadão tem todo o direito de saber o que houve e se existe algo de errado, já que os benefícios não estão sendo vistos.

Nenhum comentário: