sexta-feira, 12 de março de 2010

Teoria de plano B na chapa governista

Fiz esse material para o Jornal de Fato. Diante de tanta especulação acerca das eleições deste ano, resolvi publicar neste espaço também. Vejam:

A pré-candidatura do vice-governador Iberê Ferreira de Souza (PSB) ao Governo do Estado pode ser estratégia do grupo governista. Os últimos fatos que marcam o período pré-eleitoral mostram que não há interesse ou empenho da governadora Wilma de Faria (PSB) em atrair apoios para um projeto que ainda não decolou. Prova dessa dúvida pode ser analisada no recente caso envolvendo o suplente de senador Vivaldo Costa (PR), que anunciou apoiar a reeleição do deputado federal João Maia (PR) e a candidatura de Wilma ao Senado. Para o Governo, em vez de Iberê, ficará ao lado da senadora democrata Rosalba Ciarlini. Especulações dão conta de que conversas estariam ocorrendo entre líderes do PSB, PDT e PMDB, cujo teor seria uma alternativa para as eleições deste ano, caso a pré-candidatura de Iberê seja engessada.
As conversas envolveriam Iberê, o ex-prefeito e pré-candidato ao Governo do Estado pelo PDT, Carlos Eduardo Alves, e o deputado federal Henrique Eduardo Alves. A continuidade de mudanças na chama governista depende de resultados de pesquisas qualitativas que estão sendo feitas em todo o Rio Grande do Norte para avaliar quem estaria em melhor condições de disputar o Governo. Caso o vice-governador não avance nas pesquisas, a bola da vez seria Carlos Eduardo.
A candidatura do ex-prefeito de Natal, apesar de aparecer como terceira opção, também integra o projeto governista e seria um meio de levar a eleição para o segundo turno. A questão é que as sondagens feitas para análises internas mostram Carlos Eduardo em vantagem. Daí a história de que poderia haver mudança.
Com essas especulações, o PDT segue no propósito de ser alternativa para a governadora Wilma de Faria, substituindo o PSB na chapa governista. O projeto do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves é não desistir e tem mantido contatos com lideranças pedetistas em várias cidades potiguares, fazendo convites para fortalecer a ideia lançada pela executiva nacional da legenda: conquistar mais espaços.
Um dos que foram contactados pela executiva estadual do partido foi o presidente da Câmara Municipal de Mossoró, vereador Claudionor dos Santos (PDT). Ele afirma que não falará sobre a questão e que se pronunciaria depois da Semana Santa. Apesar do silêncio de Claudionor, sabe-se que ele recebeu o convite para sair candidato à Assembleia Legislativa nas eleições deste ano.

Firme e forte – A assessora de imprensa do vice-governador Iberê Ferreira de Souza, jornalista Juliana Celli, desconhece conversas envolvendo PSB, PMDB e PDT, e comenta que a pré-candidatura de Iberê “já decolou”. Segundo ela, a notícia não tem fundamento. “Ele vai assumir o Governo, é pré-candidato e irá para a reeleição”, afirma.
Segundo a assessora, se tem algo definido na chapa governista é o de que o vice-governador será candidato. Com relação à definição do candidato a vice, Juliana Celli repetiu o que o próprio vice-governador tem dito: será anunciado até o mês de junho, quando a convenção partidária homologará as candidaturas ao Governo do Estado, Assembleia Legislativa e ao Congresso Nacional.

Nenhum comentário: