segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Ex-vereadores se encontram e deixam entender que estão unidos

Em Grossos uma união está sendo costurada com vistas às eleições do ano que vem e mostra que não houve nenhum rompimento e que tudo teria sido jogo de cena: os ex-vereadores Alexandre Paiva e Erasmo Carlos tentando viabilizar o que pode ser um preâmbulo para 2024. Mas, como se sabe, uma eleição passa, necessariamente por outra. E 2022 vai ser crucial para eles.

A ideia seria fazer com que o deputado estadual Bernardo Amorim, que eles apoiam, seja o mais votado e desbanque o também deputado Manoel Cunha Neto, o Souza, que teria o apoio da prefeita Cinthia Sonale.

O problema é que na eleição do ano passado Alexandre e Erasmo foram "adversários". Estavam em chapas opostas. Erasmo foi candidato a prefeito e Alexandre, candidato a vice. Mas em outra chapa. 

Alexandre, até abril do ano passado, fazia parte do mesmo grupo político de Erasmo. E agora, como eles estão "de boas", deixa clara a intenção de projeto futuro que passa, necessariamente, por 2022. 

Nenhum comentário: