segunda-feira, 17 de maio de 2021

Tibau compra respirador pulmonar com emenda do deputado Souza

Por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Manoel Cunha Neto (PSDB) “Souza”, o município de Tibau adquiriu respirador pulmonar mecânico para a Unidade Mista de Saúde Santa Terezinha.

O aparelho. - que em poucos municípios de pequeno porte como Tibau -, disponibiliza, é essencial para utilizar em pacientes cuja condição esteja agravada, seja motivada por acidente, parada cardíaca ou Covid.


De acordo com o médico Rodolfo Maciel, a utilização do aparelho será para quando o paciente que se encontra em estado grave, que entra em insuficiência respiratória e o médico precisa intubá-lo.


Antes do aparelho, continua o médico, quando o paciente precisava ser intubado, “era conectado um Ambu (reanimador manual), para promover uma ventilação artificial, onde uma pessoa precisa ficar ambuzando, ou seja, apertando essa bolsa, para conseguir oxigênio para o paciente”, explica.


Narra ainda o médico que em casos que o paciente precisa ser deslocado para outra cidade, acontece de o paciente ficar sendo ambuzado até mais de uma hora. “O exemplo não aconteceu em Tibau, estou me referindo o quanto é complexo e complicado fazer trajeto de um paciente com o Ambu”, diz.


O médico diz que com a aquisição do aparelho, o município de Tibau ganha muito “porque o paciente em estado grave, que precisa ser entubado, automaticamente já conecta o aparelho que passa a fazer a ventilação de acordo com a necessidade do paciente, o que não se tem a mesma eficácia com o Ambu, que é feito de forma manual”, relata o médico Rodolfo Maciel.


Uma outra vantagem do respirador adquirido pelo município de Tibau é que ele é pequeno, portátil e com bateria com longa duração. “Sem falar que esse aparelho, além de garantir mais segurança para o paciente, também garante mais segurança para a equipe de saúde”, reportou o médico.


Por último, o médico ressalta que o respirador mecânico é essencial para tratar pacientes com insuficiência respiratória e cada vez mais buscados para o tratamento de pacientes com quadros graves da Covid-19, doença que causa a dificuldade extrema de respiração, causada pelo novo coronavírus. 

Nenhum comentário: