segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Arquivos que Allyson se queixa estão no arquivo físico e nos JOM’s

Pra que serve uma entrevista coletiva? Para o Prefeito Alyson Bezerra, pra nada!

Decretos publicados, sem nenhum nexo, mi-mi-mi, repercussão negativa. Por certo, definiu-se a coletiva nestes termos: “Alguém tem a ideia. Vamos dar uma coletiva e explicar. Borá! Uhuuuu. É isso.” Claro que é só uma suposição que o blog levanta.

Os secretários e o prefeito esqueceram de combinar o que iriam dizer na coletiva. Será que todos os secretários ali estavam cientes? Será que sabiam o que é coletiva? Será que foram obrigados? O blog não sabe e quer acreditar que tenham inocentes. Se não, é incompetência coletiva.

Hoje é dia 4 de janeiro, primeiro dia útil do ano, primeiro dia útil da nova gestão (nova pelo tempo e não pelas ações) e o que se tem? Um monte de mi-mi-mi sem explicação. Enfileiram-se secretários. Expectativa: será explicado os motivos dos Decretos de Calamidade. Resultado: ...

Nada. De concreto nada. O chororô ficou por conta de dizer que os computadores da prefeitura de Mossoró foram apagados. Sim, e daí?. Apagaram o que? Ninguém sabe. A prefeitura deve. Sim, quanto deve? Ninguém sabe. Resposta padrão: "vamos fazer um relatório."

Só um esclarecimento: o titular deste espaço não é jurista, mas entende que documento se oficializa ao ser assinado. Eles conferiram os arquivos da Prefeitura? O arquivo físico? Tá faltando algo? Documento se torna público (aqueles obrigatórios em Lei) após a sua publicação, no JOM, no DOU e etc.

Algum arquivo oficial está faltando? Quais estão faltando? E daí se os arquivos foram apagados? As minutas? O que precisa ser oficial já é. O que precisava ser publicado já foi. A não ser que se queira os modelos. Querem saber como é que faz. Não era uma transição. Queriam estágio.

Não ter projeto, não saber o que fazer, não entender do público, isso parece ser fato. O "mininu" e sua turma precisam descer do palanque. Precisam começar a governar, a apresentar o novo. Será que o novo tá na caderneta do prefeito? Aquela preta, que ele levou pra UPA do Alto de São Manoel e prometeu aumentar o número de médicos, aumentar o salário dos técnicos, reformar o prédio, abrir sala da Assistência Social, entre outras promessas de campanha. Mas, a campanha já passou. A hora é de agir. Como vai aumentar os salários se o município está em Calamidade Financeira?

Nenhum comentário: