quarta-feira, 15 de julho de 2020

Genilson Alves defende a causa animal e apoia campanha de doação

O crescimento da população animal em Mossoró, que traz junto a questão do abandono de cães e gatos, preocupa o vereador Genilson Alves (Pros). Observando o sofrimento dos animais em situação de rua, o vereador se uniu à luta de cuidadores de ONGs na cidade e estão lançando a campanha denominada “Doe Um Real (R$ 1,00)”. O valor arrecadado será utilizado para a castração e assim controlar essa proliferação.

Na segunda-feira, 13, Genilson Alves acompanhando representantes de associações de cuidadores e organizações não governamentais foram até as imediações do Museu Municipal. No local, de acordo com o vereador, foram encontrados muitos gatos e cachorros abandonados.

“Diante do quadro, a alternativa encontrada foi o lançamento da campanha de doação de um real, e nós iremos contribuir e apoiar para o seu sucesso”, confirmou. Genilson lamentou também a omissão do poder público que poderia ser mais presente, afinal, entende ele, controlar essa população animal em situação de rua é uma questão de saúde pública.

Abandono
A situação de abandono traz muito sofrimento para os animais. Entre as causas mais comuns, citou o vereador, encontra-se a questão da idade, quando o animal fica idoso. Outro motivo é a mudança para condomínio e até o fim de relações.

O casal começa a criar um animal no início da relação e, em acabando, terminam abandonando o gato ou cachorro. Embora seja preciso dizer, lembrou Genilson, que nada justifica o ato de abandono.

Além da campanha de doação em dinheiro, já que a consulta e castração particular tem custo alto no veterinário, o vereador Genilson Alves também pretende apresentar um projeto no legislativo mossoroense.

“Nossa proposta pretende legalizar a reprodução e venda somente pelas clínicas. Por sua vez, a própria clínica também seria responsável pela castração”, propõe. Genilson Alves concluiu seu pronunciamento no pequeno expediente da sessão ordinária na Câmara Municipal sugerindo aos que possuem um animal em casa, se puder, providencie a castração, único meio de controlar o crescimento da população de gatos e cachorros.
 

Nenhum comentário: