sábado, 4 de abril de 2020

Reduza seu salário, Souza, em nome da moralidade

Quem foi que disse ao deputado estadual Manoel Cunha Neto, Souza, que houve suspensão das aulas? As aulas, deputado, em virtude da pandemia provocada pelo Coronavírus, segue virtualmente, no sistema EaD. Os professores da rede privada de ensino trabalham mais do que nunca, senhor deputado. Nenhum professor tem formação para trabalhar como tutor e agora se veem obrigados a atuar como tal. E o caro parlamentar ainda quer provocar demissão de professores?

Pense, deputado: se o seu projeto for aprovado, as escolas da rede privada terão que se enquadrar no regime que talvez o senhor defenda, que é a ideia do presidente Jair Bolsonaro: demitir. Como é que haverá equilíbrio na balança se professores forem demitidos? A alegação de que os profissionais não estão trabalhando presencialmente não cola. Se essa ideia valesse, seria mais justo o senhor propor redução dos deputados estaduais, que já produzem pouco e agora nem presencialmente estão se reunindo.

Pese os eventuais impactos da sua ideia, deputado. Se a seu objetivo é atrair a atenção de pais de alunos, cuidado.: muitos são professores e atuam justamente na iniciativa privada. Sua assessoria deve pensar em todos os detalhes. Não se pode mexer com a vida das pessoas dessa maneira. O blog tem contatos que são professores e muitos estão receosos com esse projeto.

O blog volta a dizer: os professores estão trabalhando mais do que nunca: preparam aula, gravam, colocam e sistemas online... Tiram dúvida de alunos, corrigem atividades e voltam a fazer tudo de novo. E isso tudo à distância.

Reduza seu salário, Souza, em nome da moralidade.

Nenhum comentário: