quarta-feira, 26 de junho de 2019

PT, bora trabalhar que é melhor

Pera lá: quer dizer que qualquer artista musical que cantar a música "A rosa vermelha/é do bem querer..." vai estar dando ibope político para a prefeita Rosalba Ciarlini (PP)/ E quando Lula veio a Mossoró e a hoje deputada estadual Isolda Dantas (PT) esteve no palanque, onde cantou-se  "Vermelho, vermelhaço..." também se fez apologia política ao ex-presidente? O enredo é o mesmo: ano pré-eleitoral. O que difere são duas músicas distintas. Quer dizer que para um pode e para outro, não?

Parte da mídia virtual que aposta na pré-candidatura de Isolda Dantas parece que fechou os olhos para o mínimo da razoabilidade possível e imaginável e parte para a crítica pela crítica. Melhor seria começar pelo dever de casa e apontar o fiasco que vem sendo o governo de Fátima Bezerra (PT) no Governo do Estado.

E nem venham dizer que o RN está quebrado, que ela herdou muitas dívidas... Fátima sabia perfeitamente onde estava se metendo quando se candidatou. Portanto, se ela se apresentou como "salvadora da pátria", que trate logo de salvar o que resta. Ou, do contrário, vai quebrar ainda mais o que está quebrado.

Quando a Isolda Dantas, seu mandato está, de longe, voltado para as questões sociais que tanto defende. Não se tem notícia de nenhuma ação concreta da deputada estadual em prol das bandeiras que ela defendeu. A população pobre continua distante das políticas públicas estaduais, mulheres continuam sofrendo o "pão que o diabo amassou" e a comunidade LGBTTI+ também continua à margem da sociedade.

Então, sorry, não é uma mera música que fará a diferença. E sim questões de ordens práticas. Bora trabalhar que é melhor!!!!

Nenhum comentário: