quarta-feira, 11 de julho de 2018

Robinson está levando a melhor

O governador Robinson Faria (PSD) leva vantagem sobre os demais pré-candidatos ao Governo do Estado: está sabendo se movimentar e atrair apoios para o seu projeto político, que começa a ganhar corpo. Tudo porque seus adversários mais diretos, leia-se o ex-prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT) e a senadora petista Fátima Bezerra, estão fazendo o caminho inverso.

O ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, por exemplo, perdeu um tempo danado atrás do apoio da prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP), que pode indicar o filho Kadu Ciarlini (PP) como companheiro de chapa do pedetista. Uma tática considerável, levando-se em conta que Mossoró é o segundo maior colégio eleitoral do Rio Grande do Norte. Mas não se sabe se Kadu vai agregar à chapa. E a consciência disso vem pelo fato de ele não ser conhecido do eleitorado, já que suas aparições se voltam exclusivamente, até agora, para o núcleo rosalbista. Mas isso não quer dizer que o filho da prefeita não seja capaz de se apresentar e dizer a que veio. Longe disso. Além do mais, ele tem, dentro de casa, os professores perfeitos para tal.

A senadora Fátima Bezerra é quem leva a pior: já fechou a chapa e, com isso, o terreno para ampliação de apoios praticamente deixa de existir. E o projeto do PT apenas indica que o partido seguirá os mesmos moldes de sempre: se aliar com quem segue a mesma ideologia. Pode ser bom e pode não ser tão bom. E explica-se isso: o ex-presidente Lula já deixou  bem claro que velhas táticas petistas não vingam mais. E mais: deixou claro também que o partido deve se abrir para outras vertentes. Algo que não se percebe, até agora, na pré-candidatura da senadora Fátima Bezerra.

Nenhum comentário: