quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Robinson tomou gosto por eleição

Sabem aquele discurso de que a eleição acabou e que os palanques foram desmontados? Balela pura. Vejam só o que o governador Robinson Faria (PSD) está pavimetando: eleger o prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD), presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) e o presidente da Câmara Municipal de Mossoró, vereador Jório Nogueira (PSD), no comando da Federação das Câmaras Municipais do RN (Fecam/RN).

E ainda tem quem acredite na história de que o ano de 2014 foi de muita eleição e que os políticos estavam "cansados" de tanta movimentação política.

O projeto de Robinson Faria é claro: tirar toda e qualquer possibilidade de pedras do seu caminho. É que, assumindo a presidência da Femurn, o prefeito Silveira Júnior está apenas cumprindo um plano que foi cantado e decantado na eleição passada: Robinson estaria interessado em lançar o filho, deputado federal Fábio Faria (PSD), ao Senado Federal em 2018 e, na mesma chapa, o prefeito mossoroense também ao Senado. Uma chapa caseira.

Para quem pensa em obter apoio de Robinson Faria nas eleições de 2016, vá logo pensando nisso: o governador não vai retribuir nenhum apoio que recebeu, direta ou indiretamente, em 2014. Todo mundo sabe que em 2018 será totalmente diferente, pois Robinson terá a estrutura a seu favor. E, em 2016, ele já deixou mais que claro: vai apoiar somente os seus. A prova disso foi uma declaração sua sobre Silveira, que o prefeito de Mossoró vai governar com ele.

Então, para quem ainda pensava na possibilidade da ex-governadora Rosalba Ciarlini (sem partido) apoiar Silveira em 2016, o cavalinho já foi tirado da chuva. Rosalba sabe perfeitamente que não terá nenhum reforço em 2018. E ela quer, crê o blog, retornar (se elegível estiver) ao Senado. Daí que, caminhando pelas trilhas ora traçadas pelo governador, Rosalba está totalmente fora do percurso.

A hora e a vez é do PSD. Robinson não se contentou apenas em se eleger governador do Rio Grande do Norte. Quer controlar a Femurn e a Fecam. Assim tira do páreo quem ousar ameaçar pensar em 2018, passando, antes, por 2016. Robinson está fazendo, no popular, barba, cabelo e bigode.

Nenhum comentário: