quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Justiça do Trabalho acerta na decisão

Acertada a decisão da Justiça do Trabalho acerca de intervenção judicial na Casa de Saúde Dix-sept Rosado. Pelo menos as grávidas que terão partos normais vão poder contar com espaço para ter seus filhos. Isso por 30 dias, que é o prazo inicial que a Prefeitura de Mossoró acertou para gerenciar a unidade de saúde que era mantida pela Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Mossoró (Apamim).

O quadro é complicado, pois envolve servidores, multas e dívidas. O blog não crê, sinceramente, que a Prefeitura de Mossoró possa assumir, integralmente, a Casa de Saúde Dix-sept Rosado. Embora a saúde mossoroense seja plena, e a Casa de Saúde receba verbas do Ministério da Saúde, isso não quer dizer que a Prefeitura vá obter uma espécie de plus por assumir tal responsabilidade. Mas o olhar deste espaço é de leigo e quem deve saber do real quadro é a secretária municipal de Saúde, Leodise Cruz.

A administração da Casa de Saúde Dix-sept Rosado, mesmo por 30 dias pela Prefeitura de Mossoró, abre uma esperança de que as grávidas da cidade e da região terão espaço para parir seus filhos. Até porque o Hospital da Mulher não atende mulheres que não tenha gravidez de risco.

Caso a Justiça do Trabalho não tivesse tomado a decisão, certamente teríamos um caos inimaginável.

Nenhum comentário: