quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Direitos Humanos da OAB quer discutir caos na saúde

A Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseccional de Mossoró, anuncia a realização de uma audiência pública para discutir o caos que se instalou no serviço de atendimento às parturientes e recém-nascidos que antes eram atendidos pela Casa de Saúde Dix-sept Rosado, mantida pela Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Mossoró (Apamim).

A audiência ocorrerá no auditório da OAB/Mossoró, a partir das 9h do próximo dia 26, e tem como tema "Crise na saúde pública".

A OAB convida representantes dos poderes constituídos (Prefeitura de Mossoró, Câmara Municipal, Ministério Público, entidades de classe e outros), profissionais da área médica e da sociedade para participarem do evento.

Nota do blog: Toda e qualquer discussão que se aça sobre a saúde é válida. Ainda mais quando crianças não estão tendo o direito de nascer. Morrem na barriga de suas mães. Muito tem sido dito, mas se tem muito a dizer. Até porque não se disse tudo o que a sociedade quer ouvir.

É preciso reação. A sociedade precisa reagir. Não pode ficar á mercê de palavras oficiais e oficiosas. O que se diz é o que os poderes querem que seja dito, mas existe, certamente, muito a ser esclarecido.

Nenhum comentário: