quinta-feira, 5 de junho de 2014

Wilma esquece que prometeu e não cumpriu

Eita que a vice-prefeita de Natal e ex-governadora Wilma de Faria (PSB) resolveu sair da toca. À imprensa da capital, ela disse "poucas e boas" com a governadora Rosalba Ciarlini (DEM): "ela prometeu, prometeu, foi irresponsável e enganou o povo." Frase de efeito, diga-se de passagem.

Contudo, Wilma não pode se jactar de ser uma política que diz a verdade, que cumpre o que diz ou o que promete. O Parque da Cidade de Mossoró que o diga, não é dona Wilma?

Falar de governo que enfrenta dificuldades é fácil. Ainda mais quando Wilma sabe que tais dificuldades foram criadas no passado. 

Além disso, as palavras de Wilma não poderiam ser outra. Afinal, ela tem que ajudar o seu candidato ao Governo do Estado, deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB).

Wilma, assim como o senador José Agripino Maia (DEM), perdeu a pecha de líder para ser liderada. O que ela e José Agripino falam segue o script criado por Henrique Alves.

E Henrique precisa que Wilma e Agripino levantem tais temas para ele surgir com promessas de "salvação da pátria". Como se fosse fazer tudo funcionar em um passe de mágica.

Ocorre que Wilma de Faria não é exemplo a ser seguido. Seu governo foi recheado de denúncias de corrupção. Das mais diversas. Prometeu muita coisa. E muita coisa deixou de ser feita. Assim sendo e pegando a deixa das palavras dela, pode-se chegar à conclusão de que Wilma de Faria também enganou o povo.

Nenhum comentário: