quarta-feira, 11 de junho de 2014

Fafá na mira de Henrique e de Robinson

Faz sentido: se o presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves (PMDB) - que quer ser governador do Rio Grande do Norte - está investindo na base do vice-governador Robinson Faria (PSD), que também quer ser governador, Robinson trata de dar o troco. Depois que Henrique cooptou a deputada estadual Gesane Marinho (PSD) e abalou a estrutura política de Robinson, o vice-governador investe pesado em Mossoró. Especificamente na ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB).

Robinson sabe que se obtiver o apoio de Fafá Rosado praticamente fecha o segundo maior colégio eleitoral do Rio Grande do Norte. È que ele já tem o respaldo do prefeito Francisco José Júnior (PSD). Além disso, com a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) fora do páreo, rosalbistas tendem a migrar naturalmente para Robinson.

E é aí que está a questão: Robinson sabe que o apoio de Fafá Rosado aumentaria seu "poder de fogo" e criaria o fato novo que ele precisa para alavancar sua candidatura. Além disso, aplicaria um golpe em Henrique e bem maior do que sofreu.

Mas Henrique Alves percebeu o perigo e tratou de convidar Fafá para uma conversa, a qual ocorreu na quinta-feira da semana passada. Henrique afirmou que ela teria legenda e apoio para disputar uma vaga na Câmara Federal. Mas faltou o básico: apoio. Como é que Fafá vai sair candidata a deputada federal se a presidente mossoroense do PMDB, vereadora Izabel Montenegro, não está lá com essa vontade toda de "aceitar" tal definição? 

Pelo comportamento do PMDB de Mossoró, a ideia que se tem é que Izabel Montenegro quer que Fafá Rosado não saia candidata a deputada federal e, com isso, deixaria a deputada federal Sandra Rosado (PSB) "livre, leve e solta". 

Henrique Alves também teria percebido o plano. Tanto que aceitou o pedido de tempo feito por Fafá Rosado. Na próxima sexta-feira os dois voltam a conversar. E deverá ser encontro definitivo. Obviamente que Fafá Rosado não vai aceitar ser candidata por ser. E, crê o blog, o mínimo que ela pode querer é o comando do PMDB de Mossoró.

Caso Henrique não aceite, Fafá Rosado deverá mesmo apoiar Robinson Faria. E criará, assim, o tal fato novo que Robinson precisa para ficar "bem" na fita.

Nenhum comentário: