quinta-feira, 20 de março de 2014

Alex Moacir descarta definição de chapa com o PSB

Apesar da vontade dos líderes municipais do PSB, de provocarem e intensificaram a formação da chapa PSB/PMDB, não existe nenhuma deliberação da executiva estadual peemedebista nesse sentido. A afirmação foi feita ao blog pelo presidente da Câmara Municipal, Alex Moacir – que vem sendo apontado como provável candidato a vice de Larissa. Segundo Alex, nada do que foi publicado pela imprensa procede. E disse que até a noite da quarta-feira passada a executiva estadual pediu que o PMDB de Mossoró esperasse mais um pouco antes de qualquer anúncio formal relacionado à composição para provável eleição suplementar.

“Não tem nada fechado. A presidente do partido, Izabel Montenegro, em nenhum momento declarou que está com Sandra (Rosado)”, disse Alex Moacir ao blog, acrescentando que continua aguardando as decisões e que seguirá as orientações do partido.

Na quarta-feira o PMDB mossoroense se reuniu e alguns posicionamentos foram externados. Apenas preferências pessoais por pretensos candidatos. Alex Moacir evitou comentar sobre tais posições. Mas, seguindo o que vem se especulando pela imprensa, a ex-prefeita Fafá Rosado, o vereador Claudionor dos Santos e o suplente de vereador Zé Peixeiro devem ter dito que não seguiriam com o PSB.

Sobre a decisão do PV, Alex Moacir disse que havia entendimento do PMDB com o Partido Verde, que procurou os peemedebistas, no sentido de se afinar o discurso e definir que para onde um fosse o outro iria também.

Ocorre que, segundo Alex, o PV resolveu adiantar seu caminho e declarou apoio ao prefeito em exercício Francisco José Silveira Júnior (PSD). Entendeu-se que o PMDB também iria, mas não é bem isso que acontecerá. “O PV decidiu tomar seu caminho e a gente ainda está aguardando a decisão da executiva estadual”, afirmou o presidente a Câmara Municipal ao blog.

Antes de comunicar que PMDB e PV seguiriam juntos, os pevistas se reuniram com o grupo político liderado pela deputada federal Sandra Rosado e propôs parceria política, na qual o PSB indicaria Larissa Rosado como candidata e o PV indicaria João Gentil (presidente local do PV) como vice. As negociações não vingaram, até porque o PSB afirmou que não poderia fechar chapa sem conversar com os demais partidos e avisou que estava dialogando com o PMDB.

Entende-se que ao propor união com o PMDB, o PV queria a formatação de uma chapa encabeçada pelo PMDB e indicaria o candidato a vice. Algo que também não vingou. Até pelo fato da executiva estadual não ter definido nadica de nada sobre as eleições suplementares em Mossoró

O blog entende que a posição do PMDB sairá somente depois que se fechar a aliança para outubro próximo. Fala-se que haverá composição estadual PMDB/PSB, mas não há nada oficializado. Somente depois que o “prego for batido” é que se terá o desdobramento relacionado a Mossoró.

Nenhum comentário: