terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Silveira descarta disputar vaga na Assembleia

O plano inicial do presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Francisco José Silveira Júnior (PSD), era disputar uma vaga à Assembleia Legislativa nas eleições deste ano. Ocorre que ele agora mudou o foco. E não poderia ser diferente. Afinal, Silveira está onde muitos queriam e, obviamente, o desejo dele é continuar no cargo que ocupa interinamente. E essa possibilidade viria de novo pleito em Mossoró. Mas acontecerá eleição suplementar? Ninguém tem a resposta.

Até que se tenha essa resposta, logicamente que Silveira não tem como mudar seu foco. Pelo prazo da Lei Eleitoral, do calendário eleitoral, Silveira teria até abril para decidir. Mas ele já tomou a decisão: a Assembleia Legislativa pode esperar mais um pouco. Até porque não se sabe ainda como ficará a situação de Mossoró. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é quem vai decidir. A decisão pode sair antes de abril. Como também bem depois.

Daí o prefeito interino ter optado pelo ainda não certo do que decidir pelo duvidoso.

E  está certo. Qualquer vereador que estivesse no lugar de Silveira externaria a mesma decisão. É a lógica. Silveira aposta ficha em nova eleição. Ou então que o TSE o deixe no cargo até 31 de dezembro. Mas seria benéfico para um município de Mossoró ser administrado um ano por um presidente de Câmara. Eis a questão. 

Apesar da pressa em querer deixar uma marca e de externar a mesma pressa em tornar público o que ele considera erro administrativo, o prefeito em exercício está empenhado em se efetivar como a terceira via política da segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. Se ele conseguirá tal intento, isso são outros quinhentos.

O blog vê que a pressa de Silveira está fazendo com que ele espalha mais do que agrega. E isso é prejudicial a quem quer se tentar assumir a titularidade de uma Prefeitura.

Nenhum comentário: