sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Nome de Alex Moacir ressurge com força

PMDB e DEM ficarão separados em caso de nova eleição em Mossoró? Pergunta que paira sobre o cenário posto na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. E vem da prefeita cassada Cláudia Regina (DEM) uma provável resposta. Em sua conta pessoal no Twitter, ela respondeu questionamento de um jornalista e afirmou: "DEM e PMDB nunca estiveram tão juntos."

Mas o sentido da resposta não foi esse e se voltou para algum tipo de apoio que ela estaria tendo. E Cláudia disse também que sua assessoria jurídica está tomando as providências, no sentido de recorrer ao Pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acerca da decisão externada hoje pela ministra Laurita Vaz, que negou liminares que pleiteavam o retorno dela, de Cláudia, à Prefeitura de Mossoró.

Contudo, caso o TSE mantenha a posição da ministra Laurita Vaz, a resposta de Cláudia Regina poderia se aplicar em nova eleição? Perfeitamente. Os líderes do DEM e do PMDB não dizem que os dois partidos poderiam se aliar na chapa proporcional ás eleições deste ano? Daí, não se ter nenhum nó que evite que os dois partidos sigam juntos no pleito suplementar.

Assim posto, o blog vislumbra que o DEM não teria nenhum nome trabalhado para indicar à cabeça da chapa. Diferente do PMDB, que dispõe do vereador Alex Moacir, que volta agora com gás total nas especulações.

Mas alguém poderia perguntar se haveria possibilidade de aliança do prefeito interino Silveira Júnior (PSD) com o PMDB. E o blog responde desde já: difícil. Até porque o PSD passaria a dispor de força e projetaria a pretensa candidatura do vice-governador Robinson Faria (PSD) ao Governo do Estado.

Com isso, Alex Moacir seria o elo entre PMDB e DEM na manutenção da aliança feita em Mossoró nas eleições de 2012. 

Nenhum comentário: