sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Silveira pede relatório de secretarias e tem pressa

E o prefeito em exercício Francisco José Silveira Júnior (PSD) tomou gosto por números. Especificamente os que remetem a 2013, ano em que a administração municipal – nos 11 meses, estava sob o comando da prefeita afastada Cláudia Regina (DEM). Silveira gostou tanto da repercussão que obteve quando divulgou que a saúde estava com dívida superior a R$ 16 milhões que resolveu abrir a “caixa preta”.

Hoje pela manhã o prefeito em exercício reuniu os secretários e deu o ultimato: quer relatórios de todos sobre finanças, quadro de pessoal e estrutura física.

Pelo que foi divulgado no portal da Prefeitura de Mossoró (www.prefeiturademossoro.com.br), o prefeito em exercício deixou de lado o tom conciliador e partiu para a “caça às bruxas”. E ele já elegeu quem quer pegar pelo pé: a prefeita afastada Cláudia Regina.

Sim, porque pelo que consta no material informativo da PMM, Silveira quer detalhes minuciosos sobre 2013.

A medida do prefeito parece ser reflexo da movimentação de Cláudia Regina no bairro Belo Horizonte, onde ela afirmou, em outras palavras, que abrir a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) sem a existência de ligação dos dejetos que sairão da Unidade à rede coletora da bacia de saneamento seria irresponsabilidade, pois poderia provocar dano à saúde do usuário, bem como da comunidade.

Bom, mas Silveira parece não ter se deixado influenciar pelas declarações de Cláudia e quer pressa no detalhamento financeiro de cada secretaria. Tanto que ele aprazou para terça-feira a entrega do dossiê completo. E avisou que a elaboração do relatório é em caráter imediato.


Assim sendo, pelo tempo que os secretários terão para elaborar o “raio-X” de suas pastas, pode ser que os números não reflitam, necessariamente, a realidade. Diz o ditado: a pressa é inimiga da perfeição.

Nenhum comentário: