quarta-feira, 2 de outubro de 2013

É preciso cautela para discutir sucessão

Muita calma nesta hora. É que, embora a Justiça Eleitoral tenha notificado a Câmara Municipal sobre a sentença que cassou a prefeita Cláudia Regina e o vice-prefeito Wellington Filho, não quer dizer o cargo possa ser ocupado de imediato. É preciso respeitar algumas regras. E a principal diz respeito à linha sucessória.

Vamos lá: em caso de viagem do prefeito, quem assume é o vice. Caso este não possa, a vez é o do presidente da Câmara Municipal. Caso este também não possa, a linha de sucessão não daria vez ao vice-presidente: quem assumiria seria o diretor do Fórum Municipal Silveira Martins, juiz Cornélio Alves.

O blog pode estar equivocado, mas a bola da vez é Silveira Júnior. Caso ele não queira assumir a Prefeitura de Mossoró, Alex Moacir até poderia. Mas somente se Silveira abrir mão do comando do Legislativo. 

É o que ocorre na esfera federal e estadual. No campo federal, a linha de sucessão é a presidente Dilma Rousseff, o vice-presidente Michel Temer, o presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves e o presidente do Senado, Renan Calheiros. Caso nenhum deles tenham interesse, assumiria a presidência da República representante do Judiciário.

Nenhum comentário: