sábado, 20 de julho de 2013

Rombo na Previdência é fruto de 10 anos fraude

A notícia de que houve fraude na Previdência Social estimada em R$ 33 milhões, publicada na coluna Radar da revista Veja, é parcialmente procedente. A afirmação foi feita ao blog pelo assessor do ministro da Previdência Social, senador licenciado Garibaldi Alves Filho (PMDB) - José Wilder. Pela informação veiculada na revista, o montante teria ocorrido na gestão de Garibaldi. O que é improcedente, segundo Wilder.

O valor corresponde à investigação feita ao longo de 10 anos, pela Polícia Federal e Ministério Público Federal, que apuraram denúncias acerca da existência de fraudes na Previdência, envolvendo quadrilhas especializadas no tema que ludibriaram cidadãos e o próprio Ministério da Previdência, para provocar o rombo.

O assessor do ministro disse ao blog também que o "lançar lupa" sobre a gestão de Garibaldi Filho no Ministério da Previdência, quer dizer que o ministro não compactuou com as falcatruas, e sim que após denúncias e as suas devidas investigações, foi constatada a existência de fraudes.

Nenhum comentário: