quarta-feira, 6 de março de 2013

Prefeita assina convênio para ampliação da Rio Branco

Prefeita Cláudia Regina em momento particular com a presidente Dilma Rousseff
O projeto de requalificação e ampliação da Avenida Rio Branco foi um dos selecionados pelo Governo Federal para inclusão no PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) Mobilidade Urbana. A assinatura do convênio entre a Prefeitura de Mossoró e o Governo Federal ocorreu na manhã desta quarta-feira, em Brasília, durante reunião da presidente Dilma Rousseff com governadores e prefeitos.

A prefeita  Cláudia Regina (DEM) foi uma das convidadas e esteve presente na solenidade. A prefeita destacou a disposição da presidenta em reconhecer a importância dos municípios no desenvolvimento do País, independente de cores ou partidos. “Já sabemos do compromisso e da postura da presidenta Dilma, e isto só fortalece as ações de desenvolvimento do nosso País. Conseguimos aprovar um projeto muito importante para nossa cidade, que vai dinamizar toda a mobilidade urbana da nossa cidade”, comentou. Ao fim da solenidade, a prefeita Cláudia Regina conversou com a presidente Dilma Rousseff, que a recebeu com um abraço afetuoso.

Para execução da requalificação e ampliação da avenida Rio Branco, o município de Mossoró contará com um investimento de R$ 39,6 milhões. De acordo com o secretário municipal do Desenvolvimento Urbano, Alexandre Lopes, a ampliação vai atender toda a área da avenida, do Belo Horizonte até a BR-304. “Além de projetos como a criação de faixas exclusivas para ônibus, ciclovias e outros benefícios que vão dar uma nova cara à avenida, melhorando, e muito, o fluxo de veículos na área”, disse.

A presidenta Dilma Rousseff anunciou que estados e municípios selecionados na segunda etapa do PAC 2 receberão R$ 33 bilhões para investimentos em saneamento, pavimentação e qualificação de vias, abastecimento de água e esgotamento sanitário. Os recursos serão utilizados na pavimentação ou recapeamento de vias, sistema de drenagem de águas pluviais, redes de abastecimento de água e coleta de esgoto, construção de reservatórios, captação de água, passeios com acessibilidade, sistemas cicloviários, medidas de moderação de tráfego, sinalização viária e elementos que promovam a acessibilidade universal.

Em abril, o Governo Federal abre prazo para inclusão de projetos na segunda etapa do PAC 2.

Fonte: Assecom

Nenhum comentário: