quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Futuro incerto para o prefeito eleito de Grossos

Algo precisa ser explicado no que diz respeito à situação do prefeito eleito de Grossos, José Maurício Filho (PMDB). Dias passados o blog divulgou informação de que a juíza da 32ª zona eleitoral, Kátia Cristina Guedes Dias, havia deferido o registro da chapa encabeçada pelo prefeito eleito.

Ocorre que essa informação foi suprimida do processo que tramita no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A única notícia que se sabe é que a assessoria jurídica do candidato governista, Marcos Alexandre (PSB), que ficou em segundo lugar nas eleições passadas, havia recorrido da decisão da juíza.

Mas como recorrer de decisão que não foi divulgada? Houve falhas? Como fica a situação?

São perguntas para as quais não se tem resposta. O certo é que o eleitorado grossense continua sem saber quem assumirá a Prefeitura Municipal em 1º de janeiro. A morosidade no julgamento do processo provoca mais dúvidas.

Mauricinho, como é mais conhecido o prefeito eleito, responde a processo eleitoral anterior e estaria impedido de sair da cidade sem autorização judicial, bem como de participar de atos políticos. Ele substituiu o irmão, o ex-prefeito João Dehon da Silva (PMDB), em 6 de outubro. Um dia antes das eleições.

Nenhum comentário: