sexta-feira, 8 de junho de 2012

Indefinição dos dois lados em Grossos

A sucessão grossense esquenta nos bastidores. Até a próxima terça-feira, quando sairá a lista dos políticos inelegíveis, tudo pode acontecer. É que o ex-prefeito João Dehon da Silva (PMDB) figuraria entre os que não poderão entrar na disputa eleitoral deste ano. Ele não apresentou nenhuma prova que sustente seu projeto para 2012.

Pela oposição, além da situação indefinida de João Dehon, o Democratas ainda não definiu o companheiro de chapa do ex-vereador Enilson Fernando. Falou-se que seria o presidente da Câmara Municipal, Alexander Manoel de Paiva (PR), o Laíres. 

Contudo, Laíres estaria fazendo jogo duplo e não teria definido se ficaria no grupo governista, liderado pelo prefeito Veronilde Caetano (PSB), ou se migraria ao ninho democrata. Seu destino político é uma incógnita.

Já do lado governista, a escolha do candidato a vice-prefeito do vereador Alexandre Santos (PSB) ainda não teve o capítulo final. Dois nomes estariam em análise pelo prefeito: o vereador Carlos Lacerda (PC do B), o Cateca, e a ex-secretária de Desenvolvimento Social Cínthia Sonale.

O comando do PC do B local estaria tentando emplacar Cateca. O que é natural no jogo político. Contudo, o nome do vereador estaria sofrendo algumas restrições. Pesquisas que estariam nas mãos do prefeito indicariam que uma mulher renderia mais politicamente à chapa governista.

Agora é esperar. O prazo para as convenções partidárias começa no domingo e vai até o dia 30. Tudo será definido no momento oportuno.

Nenhum comentário: