sexta-feira, 27 de maio de 2011

PMDB tem mais chance de compor com o DEM

Setembro também será o marco para outros nomes, como os secretários Francisco Carlos (da Cidadania) e Alex Moacir (Serviços Públicos). Filiados ao PV e PMDB, respectivamente, eles podem migrar para o DEM. É uma possibilidade.

No caso de Francisco Carlos, pesa contra o seu projeto o fato de ser do PV. É que o Partido Verde é um neoaliado do DEM, particularmente em Natal, onde houve apoio formal do Democratas ao PV nas eleições de 2008, quando a jornalista Micarla de Sousa se elegeu prefeita da capital.

No ano passado, DEM e PV seguiram separados, embora Micarla apoiasse a então candidata Rosalba Ciarlini ao Governo do Estado. Pensar em uma aliança às eleições de 2012 fica complicado, até pelo fator negativo que vem da administração de Micarla em Natal.

Com esse cenário, uma das alternativas para Francisco Carlos seria migrar para o Democratas. Contudo, pelas declarações recentes do secretário, o fortalecimento do PV é a meta, a qual se concentra em lançar uma chapa proporcional forte para contar com representantes na Câmara Municipal.

Especula-se que, caso Francisco Carlos não consiga se projetar na chapa majoritária, seja na condição de candidato a prefeito ou a vice-prefeito, o plano “B” seria tentar uma vaga no Legislativo.

Com relação a Alex Moacir, a diferença entre ele e Francisco Carlos é que o seu partido, o PMDB, tem histórico de aliança com o DEM, o que o coloca como nome à chapa majoritária. O PMDB trabalha com a hipótese de estar na majoritária e não tem projetado o nome de Alex à Câmara Municipal. Mas também é uma alternativa que pode se configurar mais na frente.

Nenhum comentário: