segunda-feira, 21 de março de 2011

Fafá assina decreto que cria Escola de Artes

A realização de um seminário sobre a criação da Escola de Artes de Mossoró marcará o transcurso do Dia Mundial do Teatro, comemorado dia 27 de março (domingo). A programação se desenvolverá no auditório do Hotel Thermas, a partir das 9h30.

A programação será aberta com a assinatura do decreto que cria a Escola de Artes pela prefeita Fafá Rosado. No mesmo ato, acontecerá a posse do Conselho de Cultura e lançamento do Prêmio Fomento, seguido da sessão de pronunciamentos das autoridades.

Às 10h, haverá uma palestra com Fernando Boer, que falará sobre as atividades da Casa de Artes de Laranjeiras (CAL), do Rio de Janeiro. Em seguida, às 11h, acontecerá debate sobre o tema exposto.

A programação da manhã será concluída às 11h, com apresentação do curta metragem “Caminhada Sem Futuro”. À tarde, as atividades serão retomadas com a apresentação do projeto da Escola de Artes pelo secretário municipal da Cidadania, Francisco Carlos.

Na sequência, às 14h, divisão de grupos de trabalho para discussão das propostas encaminhadas durante o debate, que contará com a participação efetiva da classe artística da cidade. Às 15h, apresentação/discussão das propostas levantadas durante o encontro.

As comemorações do Dia Mundial do Teatro serão encerradas às 16h, com a assinatura pela prefeita Fafá Rosado da proposta de instalação da Escola de Artes de Mossoró. A Escola de Artes atuará na formação de profissionais em três áreas: teatro, música e dança.

O projeto arquitetônico a ser edificado PELA Prefeitura de Mossoró contemplará uma obra de infraestrutura com capacidade para atendimento aos artistas, através de salas de aula, auditórios, salas de oficinas, laboratórios, áreas de lazer entre outros espaços.

“Quero anunciar ao povo de Mossoró que vamos colocar em funcionamento a Escola de Artes, honrando o compromisso que assumimos com a população na nossa carta de propostas apresentada durante a última campanha”, lembra a prefeita Fafá Rosado.

O secretário da Cidadania, Francisco Carlos, fala sobre a importância da participação da classe artística no projeto. “Pretendemos reunir os artistas e ouvir sugestões, assim como traremos relatos dos modelos de sucesso de Escola de Artes que foram construídas em outras cidades”, explica Francisco Carlos.

A gerente da Cultura, Clézia Barreto, por sua vez, diz que “Mossoró respira”. “Mossoró é referência no Estado, no Nordeste e até no Brasil, quando se trata de movimento cultural”, comenta ela, citando que o Corredor Cultural, localizado na Avenida Rio Branco, espaço reservado à cultura, aprovado pelos mossoroenses.

Fonte: Gerência da Comunicação

Nenhum comentário: