segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Aliados esperam 'retorno' de Rosalba

Não se engane. Todas as 167 cidades do Rio Grande do Norte já respiram 2012. O DEM, que ocupa o cargo maior no Rio Grande do Norte, quer aumentar o número de prefeitos no Estado. Nesse sentido, é natural que a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) municie aliados para o pleito eleitoral do próximo ano. Ela sabe que 2014 vem pouco depois e é sempre bom ter garantia de apoio certo mais na frente.

É aí que mora a questão. Aliados em 2010 não serão os mesmos em 2012. Cada partido tem sua particularidade e suas ambições políticas. É natural que Rosalba queira prestigiar os democratas, mas deve levar em consideração que lideranças de outros partidos também a apoiaram.

O que o blog quer dizer é que a governadora precisa ficar atenta às questões municipais. Não adianta municiar aliados apenas de um grupo, já que dois ou três a apoiaram. O apoio de ontem pode não ser o de amanhã, e se não houver a manutenção das bases, 2012 será muito problemático.

O blog, por ter contato maior com o município de Grossos, em virtude de raízes familiares, exemplifica o caso da vizinha cidade praiana. Lá se tem o ex-vereador Enilson Fernandes (DEM), o ex-prefeito João Dehon da Silva (PR) e o ex-bancário Emílio Oliveira (PDT) como nomes à Prefeitura de Grossos. Todos apoiaram Rosalba e, consequentemente, esperam ter o retorno no próximo ano e, de preferência, que esse acalento comece agora, com alguns cargos.

Pois bem: se em Grossos, um município de pequeno porte e que conta com poucos cargos que podem ser ofertados às lideranças, a briga está sem precedentes, imagine aí em cidades maiores. A guerra deve ser de foice. Cada um quer aparecer mais que outro. Em Nova Cruz, o ex-prefeito Cid Arruda já rompeu com Rosalba. Alegou "desprestígio" eleitoral. E assim, tantos outros devem apelar pelo RN a dentro. A ciumeira está apenas começando.

Nenhum comentário: