quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Câmara acata projeto que modifica OGM

A Câmara de Mossoró teve mais uma sessão conturbada na manhã desta quarta-feira (1º). Como tem sido de praxe nas últimas semanas, oposição, “independentes” e situação travaram mais um duelo acirrado em torno da apreciação de temas considerados polêmicos.
Na Plenária, o presidente da Casa, vereador Claudionor dos Santos, fez a leitura da mensagem modificativa ao projeto de Orçamento para 2011, enviado pela prefeita Fafá Rosado, para inserir no OGM emendas federais, que totalizam R$ 130 milhões para o Município.
O projeto não pôde ser lido na sessão de terça-feira, graças a uma manobra antirregimental da bancada de oposição, sem valia porque a plenária acabou sendo encerrada pelo presidente Claudionor dos Santos. Agora o projeto do Orçamento terá uma nova tramitação.
A tramitação obedecerá ao seguinte calendário: dia 6 de dezembro, audiência pública; de 6 a 12, prazo para emendas; 21, leitura de emendas; 21 de dezembro a 5 de janeiro de 2011, prazo para parecer às emendas dos vereadores e ao projeto de orçamento em si.
Dia 11 de janeiro, decisão sobre emendas e votação do projeto de lei; dia 19 de janeiro, segunda votação do projeto. Os vereadores do G3 e do G7, que formam à oposição, contestaram a decisão da Mesa Diretora e, em gesto radical, rasgaram o calendário de votação.

Nenhum comentário: