quarta-feira, 10 de março de 2010

Sandra pede para BB não desativar agência

A deputada federal Sandra Rosado (PSB-RN) usou o plenário da Câmara dos Deputados para registrar a possibilidade de desativação da agência do Banco do Brasil em Baraúna. Em razão dos freqüentes assaltos, a superintendência da instituição estuda a possibilidade de desativar os serviços da agência na cidade.

Diante do fato, Sandra Rosado considera que Baraúna está em franco desenvolvimento e que a desativação do Banco do Brasil só traria prejuízos ao município. “Baraúna não pode ficar sem os serviços da principal instituição financeira do Brasil, sem contar que dentro de muito pouco tempo sediará uma fábrica, de grande porte, de cimentos, além de já ter a fruticultura irrigada como principal atividade econômica”, justificou.

Para a deputada, a superintendência do Banco do Brasil “tem de rever as condições de segurança da agência no município e até mesmo a forma de operacionalização do serviço, tendo em vista que a segurança dos funcionários é o mais importante em qualquer situação”, detalha.

Sandra Rosado considera que se o Banco do Brasil desativar a agência, a população terá que se locomover até Mossoró, distante 40km, para executar serviços básicos ofertados pela agência. “Ou seja, seria um retrocesso não só para Baraúna como para o Rio Grande do Norte”, completou.


* Com informações da Assessoria de Imprensa da parlamentar

Nenhum comentário: