quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Improbidade pode ameaçar sonho de Wilma chegar ao Senado

A governadora Wilma de Faria (PSB) tem com o que se preocupar. Ela, que afirma não fugir de uma boa luta, agora tem uma pra valer pela frente. Acusação do Ministério Público Estadual, de que ela teria cometido crime de improbidade administrativa quando estava prefeita de Natal, se configura em ameaça concreta á candidatura ao Senado.

Se bem que ainda faltam os trâmites legais do processo, que foi reaberto. O Tribunal de Justiça do Estado (TJE) não reconheceu a acusação e o MPE recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça, que acatou a tese levantada pelos MPE.

Wilma teria se valido do cargo de prefeita de Natal para usar a Procuradoria Municipal em sua defesa em período de eleições. Daí a configuração de improbidade, já que não era a prefeita que estava respondendo a acusações, e sim a política e candidata à reeleição. Portanto, objeto de defesa de advogados que não fossem contratados da Prefeitura de Natal.

O blog conversou com o advogado Marcos Araújo, e ele afirmou que a situação requer análise. Disse que caberia um recurso extraordinário ao Supremo Tribunal Federal (STF). Mas, avisou que Wilma corre sérios riscos de não concretizar a candidatura, porque uma das implicações em crime de improbidade administrativa é justamente a inelegibilidade.

Nenhum comentário: