terça-feira, 15 de setembro de 2009

Jório: 'não quero que chamem de Casa de 13 ladrões'

"Só quero que amanhã não chamem esta Casa de Casa dos 13 ladrões". Foi o que disse Hoje pela manhã o vereador Jório Nogueira (PDT) ao discorrer sobre a necessidade de transparência na Câmara Municipal de Mossoró.

O desabafo de Jório ainda é rescaldo de fatos relacionados à suspeita de emissão de dois cheques sem fundos, por parte do presidente da Casa, Claudionor dos Santos (PDT) - que apresentou hoje declaração do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, de que a Câmara estava "limpa".

O vereador pedetista não gostou da apresentação das declarações e afirmou: "declaração não vale nada. O que vale é o extrato das contas."

Jório também afirmou que não tinha acusado Claudionor e disse que não estava ali para "chamar Vossa Excelência (com Claudionor) de bandido."

Pelo visto, as sessões na Câmara Municipal devem começar a atrair a atenção. O clima ainda tende a esquentar.

Nenhum comentário: