quinta-feira, 16 de julho de 2009

Câmara de Mossoró no vermelho

A desculpa do presidente a Câmara Municipal de Mossoró, Claudionor dos Santos (PDT), sobre o atraso no pagamento de alguns servidores, não convenceu. Ele alegou que o repasse do duodécimo estava sendo feito com base no exercício de 2007. Ora, se esse problema estava existindo, como explicar que somente agora tal fato foi constatado?

O presidente quis se defender, alegando ainda que investiu na reforma dos gabinetes para que os vereadores pudessem trabalhar mais. Quer dizer que na legislação passada o rendimento dos parlamentares não foi tão produtivo por conta da falta de reforma nos gabinetes? Não dá para entender.

Essa história ainda vai render. Há notícias de que não é apenas o salário de alguns servidores que estão em atraso. E o que é pior: estaria havendo adiantamento de repasse. Ou seja, a Câmara estaria recebendo, além do dinheiro do mês, parte da verba do mês seguinte. Mas não acredito que tal fato esteja ocorrendo e prefiro, mesmo a contragosto, dar um crédito ao presidente para que ele possa corrigir a falha administrativa e evite constrangimento futuro.

Nenhum comentário: