terça-feira, 21 de julho de 2009

Bases aguardam apoio e incentivo de Wilma

O clima quente da política potiguar deve continuar e quem acabará se queimando, ainda mais, são os prefeitos. Tem cidades potiguares em que a situação dos administradores se complicada a cada dia. Não bastassem os efeitos da crise econômica, redução do FPM, FPM zero e demais obrigações, a peleja eleitoral caminha para sepultar muitos projetos.

É que a governadora tem dito que não há definição sobre candidatos. Essa afirmação tem sido repassada pelos prefeitos às suas lideranças. Nessa cadeia eleitoral, o nó sempre aperta no lado mais frágil.

O lançamento da candidatura do vice-governador Iberê Ferreira de Sousa ao Governo praticamente deixa todos em situação complicada. A começar pela própria governadora, que terá que mudar o tom do discurso e assumir posições.

É o mínimo que se espera.

Além disso, Wilma também tem que estar mais perto dos prefeitos. Faz tempo que alguns pedem ajuda e o apoio nunca aparece. Agora, com um novo quadro, pode ser que a situação melhore.